Ir para o conteúdo
Celebrando o Ano Internacional da Química em 2011, o tema do evento foi “A Química das emoções".


Em homenagem ao Ano Internacional da Química, os Contadores de Histórias do Museu da Vida apresentarão “A Química das emoções!”, no sábado, 16 de julho de 2011. O público se emocionou com a apresentação de histórias que falam de muitos sentimentos como raiva, medo, carinho e diversão.

Após a apresentação, o público participou de um bate-papo sobre as emoções vividas e provocadas pelas histórias contadas.

O público ainda teve a oportunidade de interagir com o acervo da nossa Biblioteca Móvel e visitar a Exposição "Elementar: a química que faz o mundo".

O evento aconteceu às 11 h, na Tenda da Ciência do Museu da Vida, aqui na Fiocruz.
A atividade ocorre sempre no terceiro sábado de cada mês e é gratuita.

Veja aqui a programação completa do dia 16.

Mais informações pelo telefone (21) 2590-6747
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

As atividades foram elaboradas pelo Grupo de Estudos e Ações Educativas para o Público Infantil.


Crianças de 6 a 10 anos foram nossas convidadas especiais no dia 2 de julho de 2011. O Grupo de Estudos e Ações Educativas para o Público Infantil (GEAEPI) do Museu da Vida preparou uma série de atividades sobre temas de saúde e ciência para garantir que a criançada passasse um dia pra lá de divertido no Museu!

Confira a programação:

Construindo o seu Código
Visite os Jardins dos Códigos, aprenda a importância de se comunicar e construa seu próprio código secreto.
Local: Parque da Ciência
Horários: 10:10h às 10:50h e das 13:30 às 14:20h

Avental de histórias
Você já visitou o Castelo Mourisco, um dos símbolos da Fundação Oswaldo Cruz? Que tal conhecer a história desse prédio histórico e entender o que Oswaldo Cruz tem a ver com ela? O avental contador de histórias está esperando por você!
Local: Castelo Mourisco
Horários: das 11h às 11:40 e das 14:20 às 15h

Explorando a visão
Olhe para um lado e para o outro. Agora pense: você sabe como conseguimos enxergar cada detalhe do mundo ao nosso redor? Venha descobrir o incrível mundo invertido dentro de nossos olhos e desvendar os segredos da visão.
Local: Epidauro
Horários: das 11:50 às 12:30 e das 14:00 às 14:40h

Biodiversidade na tela
Quer saber mais sobre a nossa biodiversidade! Então venha assistir aos vídeos: “A lagarta e o Alface” e “Aventura na mata”, depois teremos um bate-papo bem legal.
Local: Centro de Recepção do Museu da Vida

Observação: Todas as atividades serão oferecidas para um número mínimo de 10 e no máximo de 30 participantes. Haverá distribuição de senhas no Centro de Recepção/ Museu da Vida.

 

O público pôde participar de jogos, mostras, oficinas e interagiu com equipamentos em 2011.



Em 2011, o projeto Ciência Móvel – Vida e Saúde para Todos visitou a cidade de Angra dos Reis durante a Semana do Meio Ambiente. No município da Costa Verde, a 157 quilômetros da capital fluminense, a equipe do caminhão da ciência mostrou ao público suas diversas atividades entre os dias 7 e 10 de junho, incluindo jogos, equipamentos interativos, multimídias e oficinas. As atrações do caminhão da ciência puderam ser conferidas pela população a partir de terça-feira (07/06), às 13h30, no Centro de Estudos Ambientais – Av. Jair Carneiro de Brito, sem número.

O projeto é coordenado pelo Museu da Vida, departamento da Casa de Oswaldo Cruz, uma das unidades técnico-científicas da Fiocruz, em parceria com a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj) e patrocinado pela Sanofi.

De 2006 a 2011, um público estimado em 350 mil pessoas participou das atividades desenvolvidas por este verdadeiro museu itinerante que percorre cidades da região Sudeste. Essa viagem foi uma parceria da Fiocruz com a Prefeitura de Angra dos Reis, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Além da visita do Ciência Móvel, a programação do evento também incluiu a apresentação do projeto Meu Querido Pau-Brasil, do Instituto Pau-Brasil, o lançamento do Programa Municipal de Coleta Seletiva, além de seminários, palestras e mesas redondas.

O caminhão oferece uma variedade de atrações interativas com destaque para o Gyrotec – formado por três anéis que giram livremente em todas as direções e simula exercícios feitos pelos astronautas. Além desse equipamento similar ao da NASA – a agência espacial norte-americana -, também são apresentadas as mostras Energia e Mini-Darwin, bem como as bancadas de microscopia e vídeos científicos. Em 2010, o caminhão da ciência recebeu cerca de 70 mil visitantes em suas viagens, que têm como objetivo contribuir para a inclusão social das populações, bem como para a melhoria do ensino de ciências na região.
Confira o nome das pessoas que participaram da equipe de criação e produção do Sarau Científico.


O texto final do sarau científico é resultado do trabalho coletivo de toda a equipe do projeto, abaixo mencionada:

PROJETO SARAU CIENTÍFICO:
Luisa Massarani e Rosicler Neves - coordenação geral
Catarina Chagas - coordenação executiva

CONCEPÇÃO ARTÍSTICA:
Cacau Berredo
Gustavo Ottoni
Larissa Câmara
Leticia Guimarães
Pablo Aguilar

DIREÇÃO:
Leticia Guimarães

DRAMATURGIA:
Larissa Câmara

REVISÃO CIENTÍFICA:
Marília Santini, Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas / Fiocruz
Hemalatha Somsekhar

ELENCO:
Cacau Berredo
Gustavo Ottoni
Larissa Câmara
Leticia Guimarães
Pablo Aguilar

CENÁRIO E FIGURINO:
Leticia Guimarães

PROJETO GRÁFICO:
Serviço de Design e Produtos de Divulgação Científica/Museu da Vida

AGRADECIMENTOS
Luiz Henrique Amorim

Em 2011, o Museu da Vida comemorou a Semana do Meio Ambiente com várias atrações para as crianças. 


No sábado, 4 de junho de 2011, o Museu da Vida preparou uma programação especial para as crianças, em comemoração pela Semana do Meio Ambiente. O evento chamado Pintando o Sete com a Ciência foi realizado pelo Grupo de Estudos e Ações Educativas para o Público Infantil (GEAEPI). 

Confira algumas das atrações:

Biodiversidade na Tela
A atividade busca sensibilizar o público infantil sobre a importância do meio ambiente e as relações estabelecidas entre a fauna e a flora.

Coleta Seletiva, vamos separar?
A atividade visa sensibilizar as crianças sobre a importância do cuidado com o meio ambiente, destacando a necessidade de separação do lixo e a reutilização dos diferentes tipos de materiais recicláveis.

Era uma vez uma fazenda à beira do mar
A atividade utiliza a história da fazenda de Manguinhos para mostrar a transformação do campus e a diversidade ambiental.

As atividades foram gratuitas e oferecidas pelo Grupo de Estudos e Ações Educativas para o Público Infantil (GEAEPI), das 10h às 16h.
O tema desta edição foi a importância dos museus e da memória para a preservação da cultura.
O projeto participou da 12ª Red-Pop com várias atrações para o público.


O projeto Ciência Móvel – Vida e Saúde para Todos viajou para Campinas durante o período da 12ª Reunião Bienal da Rede de Popularização da Ciência e da Tecnologia da América Latina e do Caribe – a Red-Pop –, que aconteceu na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) de 29 de maio a 2 de junho. Segundo o site da Red-Pop, mais de 290 trabalhos serão divulgados no evento. A equipe do caminhão da ciência ficou na cidade paulista de 31 de maio a 3 de junho, período em que apresentou uma série de atividades como jogos, equipamentos interativos, multimídias e oficinas. A visita aconteceu graças à parceria entre a Fiocruz e a Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria Municipal de Educação. O museu itinerante recebeu o público das 8h30 às 17h, no Parque Portugal (Lagoa do Taquaral) - portão 7 (Avenida Heitor Penteado, sem número). A abertura do evento à população foi no dia 30 de maio, às 10h30.

Desde 2006, quando foi lançado, até 2011, o projeto Ciência Móvel atendeu um público estimado em mais de 350 mil pessoas. A coordenação é do Museu da Vida, departamento da Casa de Oswaldo Cruz, uma das unidades técnico-científicas da Fiocruz, em parceria com a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), patrocinado pela Sanofi.

Com 13,5 metros de comprimento, o caminhão leva em suas viagens às cidades da região Sudeste diversas atrações interativas que mostram um pouco do universo da ciência, com destaque para o Gyrotec – composto por três anéis que giram livremente em todas as direções e simula exercícios feitos pelos astronautas. Além do equipamento similar àquele usado pela NASA – a agência espacial norte-americana -, também são apresentadas as mostras Energia e Mini-Darwin, bem como as bancadas de microscopia e vídeos científicos. O projeto Ciência Móvel, que visa contribuir para a inclusão social das populações e para a melhoria do ensino de ciências, foi visitado em 2010 por cerca de 70 mil pessoas.
 
Serviço do projeto Ciência Móvel:
Data: de 31 de maio a 3 de junho de 2011.
Horário de atendimento: 8h30 às 12h e 13h30 às 17h. Grátis.
Local: Parque Portugal (Lagoa do Taquaral) - portão 7 (Av. Heitor Penteado, sem número).
O público conferiu em 21 de maio de 2011 histórias e bate papo sobre museus e cultura.
O guia é ilustrado e traz informações sobre 43 espécies de pássaros que habitam o campus. 

Quem passa pela Avenida Brasil, no Rio de Janeiro, e experimenta sua poluição sonora, visual e atmosférica pode não se dar conta de que ali há também um oásis: o campus de Manguinhos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Nessa área, há uma grande diversidade biológica, com dezenas de espécies de plantas e animais, entre eles, muitas aves.

Para que você conheça essa riqueza natural, o Museu da Vida criou uma série de guias que o ajudarão a explorar esse universo: o primeiro deles foi o "Voo pela Fiocruz, Guia de Aves do Campus", de Davi Castro Tavares e Salvatore Siciliano, que foi lançado em 19 de maio de 2011, às 15:30h, acompanhado de uma atividade de observação de pássaros.

O guia – que foi distribuído entre bibliotecas, professores que realizam visitas ao Museu da Vida e outros muliplicadores – é amplamente ilustrado com espécies de pássaros que habitam o campus da Fiocruz. Dedicada a crianças, jovens, professores e curiosos de todas as idades, a publicação traz informações gerais sobre 43 aves e sobre onde encontrá-las dentro do campus, além de curiosidades e espaço para anotações.

O leitor confere, ainda, uma série de dicas sobre como iniciar a observação, como se comportar para não espantar os pássaros e que equipamentos utilizar. Elaborado por profissionais da Escola Nacional de Saúde Pública e do Museu da Vida, o guia faz parte de um projeto financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que teve por objetivo principal estimular o interesse de crianças e jovens pela biodiversidade brasileira.

Acesse aqui a versão digital do guia.

Serviço
Lançamento de "Voo pela Fiocruz, Guia de Aves do Campus" e atividade de observação de pássaros
Data e horário: 19 de maio de 2011, às 15:30h
Local: a atividade sairá do Centro de Recepção do Museu da Vida
A exposição itinerante do Caminhão da Ciência ofereceu várias atrações para o público carioca.


Um museu itinerante que oferece jogos, equipamentos interativos, multimídias, oficinas e diversas outras atividades ao público de cidades da região Sudeste fez uma temporada pertinho do carioca. O projeto Ciência Móvel – Vida e Saúde para Todos estacionou no campus da Fiocruz, em Manguinhos, onde ocupou pela primeira vez a sala de exposições temporárias do Museu da Vida.
 
Entre os dias 15 e 26 de fevereiro de 2011, o público conferiu atrações como o Girotec - composto por três anéis que giram livremente em todas as direções e simula exercício feitos pelos astronautas -, as mostras Energia e Mini-Darwin, as bancadas de microscopia, modelos de olhos e ilusões de ótica, além da câmera escura. Dentro do caminhão, estacionado ao lado do Parque da Ciência, foram exibidos vídeos científicos.
 
“É uma das raras montagens do Ciência Móvel completo no município do Rio de Janeiro. Uma oportunidade para o público do museu, a população do entorno e para os próprios trabalhadores da Fiocruz conhecerem melhor o caminhão”, destacou Diego Bevilaqua, físico e sub-coordenador de conteúdo do projeto.
 
Criado em outubro de 2006, o projeto totalizou em cinco anos um público de 350 mil pessoas. Em 2010, cerca de 70 mil visitantes conheceram as atividades do Caminhão da Ciência. Coordenado pelo Museu da Vida, em parceria com a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj) e patrocinado pela Sanofi-aventis, o caminhão de 13,5 metros de comprimento tem como objetivo mostrar ao público como a ciência está presente em seu cotidiano.
 
 
Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 2590-6747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm Johnson & Johnson Nova Rio conheça