Ir para o conteúdo
A borboleta Dryas julia é uma das quatro espécies que o visitante encontra no borboletário. (Foto: Peter Ilicciev)
A borboleta Dryas julia é uma das quatro espécies que o visitante encontra no borboletário. (Foto: Peter Ilicciev)

O espaço é ornamentado por plantas e habitado por espécies de borboletas do continente americano. O Borboletário Fiocruz reabriu durante um momento especial: a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015. Além de reproduzir o habitat natural das borboletas, ele proporciona uma verdadeira integração entre o homem, o ambiente e a biodiversidade!

O visitante pode acompanhar o desenvolvimento das etapas iniciais da vida das borboletas, desde a fase de larva até a adulta. Quatro espécies poderão ser apreciadas: olho-de-coruja (Caligo illioneus), ponto-de-laranja (Anteos menippe), borboleta-brancão (Ascia monuste) e Julia (Dryas iulia), que podem ser encontradas em diferentes áreas tropicais do continente americano. Durante a visita, o público descobre a diferença entre borboleta e mariposa, conhece hábitos alimentares e reprodutivos, o segredo por trás das cores das asas, táticas e estratégias de sobrevivência... ou seja, a visita é imperdível! Venha visitá-las!

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm dataprev conheça