Ir para o conteúdo

De 10 a 15 de setembro, o Museu da Amanhã, no Rio de Janeiro, sediará o 3º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência (ABCMC). O evento reunirá profissionais e pesquisadores de todos os tipos de centros e museus de ciência, assim como da divulgação científica em geral. E, é claro, o Museu da Vida não poderia ficar de fora! Entre apresentações orais e pôsteres, 16 trabalhos da equipe do Museu da Vida serão expostos durante o Encontro. O chefe do Museu, Alessandro Batista, também participa da mesa "Os museus de ciência como espaço de inclusão social e empoderamento", no dia 13 de setembro, às 16h.

“Além de uma grande troca de resultados de pesquisa e experiências institucionais, serão debatidos temas atuais como o papel dos centros e museus de ciência para o êxito dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, o papel destes equipamentos nos processos de empoderamento e inclusão social ou como promover a diversidade e o diálogo em períodos de intolerância e de fake news e ataques à ciência e à liberdade de expressão”, anuncia o site do evento, que está com inscrições abertas.  

Quer saber mais sobre a participação do Museu da Vida no 3º Encontro da ABCMC? Abaixo, a gente adianta um pouquinho de cada trabalho que será apresentado pela equipe.

Acessibilidade: desafios na educação museal 
Autoras: Hilda S. Gomes, Bianca Reis
Resumo: Relata a proposta de uma ação educativa acessível que buscou potencializar as relações entre arte e ciência para público surdo no Museu da Vida, com a esquete Conferência Sinistra em Libras, resultando em uma experiência significativa de troca de saberes e aprendizados, além de novos desafios a serem superados.

As Ações Territorializadas do Museu da Vida e o processo de divulgação e popularização da Ciência em territórios socialmente vulnerabilizados
Autora: Priscilla Abrantes da Silva
Resumo: Apresenta a linha de trabalho “Ações Territorializadas”, instituída em 2015, e as dinâmicas empreendidas por esse segmento do Serviço de Visitação e Atendimento ao Público do Museu da Vida.

Compromisso social, interiorização e itinerância: a singularidade do Museu da Vida
Autores: Ana Carolina Gonzalez, Loloano Claudionor da Silva, J. Sérgio Damico, Maria Cristina Guimarães
Resumo: Destaca a importância de olhar de forma estratégica para as atividades itinerantes, tendo em vista seu potencial de levar a instituição cada vez mais longe e propiciar a abertura de um amplo diálogo com a sociedade.

Discurso expositivo e formação de professores: sobre o que falam os licenciados em visita a museus de ciência?
Autores: Carla Gruzman, Ana Carolina Gonzalez, Ozias J. Soares, Simone R. Salomão, Marise B. Amaral, Carolina M. R. de Moraes, Marcus Soares, Bianca Reis
Resumo: No intuito de investigar como estudantes de licenciatura se apropriam do discurso expositivo e produzem sentidos por meio de objetos, 18 voluntários foram motivados a registrar em áudio suas percepções ao longo da visita a exposições do Museu da Vida/Fiocruz e do Museu Nacional/UFRJ.

E o Ciência Móvel chega aonde nunca chegou: impulsionamento via rede social digital
Autores: Rodolfo Zimmer, Guilherme Zimmer, Ana Carolina Gonzalez, Luís Henrique Amorim, Renata Fontanetto, Paulo Henrique Colonese, Laís Viana, Aryanne Valenzuela 
Resumo: Discute a eficácia de estratégias adotadas e aprimoradas ao longo dos anos para a divulgação da abertura da agenda de viagens do Ciência Móvel do Museu da Vida. Como foco em interiorizar ações de divulgação e popularização da ciência, enfatiza o potencial de postagens impulsionadas em rede social digital.

Estudo de impacto do Museu da Vida: uma análise preliminar
Autores: Diego V. Bevilaqua, Ana Carolina Gonzalez, Loloano Claudionor da Silva, Sonia M. F. Mano, Vanessa F. Guimarães
Resumo: Apresenta pesquisa conduzida pelo Museu da Vida para conhecer o impacto de suas ações. Foram coletados questionários de mais de 1200 pessoas. Os resultados preliminares apontam que há significativa correlação entre as visitas a centros de ciência e o aumento do interesse, entendimento, curiosidade e engajamento em atividades relacionadas à ciência e tecnologia.

Estudo do público potencial do Museu da Vida
Autores: Vanessa F. Guimarães, Sonia M. F. Mano, J. Sérgio Damico, Diego V. Bevilaqua, Loloano Claudionor da Silva
Resumo: O foco da presente pesquisa é entender a relação que a população mantém com espaços culturais como o Museu da Vida. Foram aplicados questionários com o objetivo de conhecer a frequência ao Museu da Vida, os hábitos culturais e de lazer, o interesse por temas científicos e as representações sociais sobre museus de ciência da população do Rio de Janeiro. 

Itinerar é preciso: inovações do portfólio de exposições do Museu da Vida
Autoras: Miliana C. S. Fernandes, Ana Carolina Gonzalez, Flávia Lima, Marta Fabíola Mayrink
Resumo: A inovação baseou-se na flexibilização do tempo e dos recursos empregados na realização de itinerâncias de exposições de pequeno porte. Este modelo, por apresentar contrapartidas mais simples para os parceiros, tornou-se ideal para ações em escolas e pequenos espaços culturais, com resultados positivos no alcance de público. 

Jogos sobre o tema “água”
Autores: Tereza A. Costa, Aline Pessoa, Laís Viana, Hilda S. Gomes, Ana Carolina Gonzalez, Paulo Colonese, Rodolfo Zimmer, Junyor Palhares
Resumo: Aborda o desenvolvimento de três jogos educativos: Água é vida, que introduz noções sobre as propriedades e usos da água (para crianças do Ensino Fundamental I); Viagem pelo litoral, que ressalta a importância do litoral brasileiro para o país (para estudantes do Ensino Fundamental II); e Biodetetives, que simula investigações de desastres ambientais (para adolescentes e adultos a partir do Ensino Médio). 

Museu, exposição e educação não formal: as visitas de estudantes nas pesquisas de pós-graduação
Autores: Thaynara F. M. Conceição, Carla Gruzman
Resumo: Traça um perfil das pesquisas que têm como objeto as visitas de estudantes a museus. Levando em consideração as teses e dissertações defendidas de 2000 a 2017 no país, foram mapeados 38 trabalhos. Os resultados preliminares permitiram perceber as diversas formas de explorar o tema.

O museu como espaço de promoção da educação étnico-racial
Autoras: Hilda S. Gomes, Suzi Aguiar
Resumo: Apresenta uma atividade realizada no Museu da Vida que teve como objetivo estabelecer diálogos museu-escola que valorizassem a temática da educação e as relações étnico-raciais, construindo uma rede de trabalho integrado e colaborativo.

Observatório de Museus e Centros de Ciência e Tecnologia: uma proposta de rede colaborativa
Autores: Sonia M. F. Mano, Sibele Cazelli, Vanessa F. Guimarães, Monica Damouche, Andréa Fernandes Costa, J. Sérgio Damico, Loloano Claudionor da Silva, Carmen Silvia de Lemos Menezes Machado, Wailã de Souza Cruz, Denise C. Studart
Resumo: Este trabalho apresenta o Observatório de Museus e Centros de Ciência e Tecnologia (OMCC&T), ação colaborativa de museus e centros de ciência e tecnologia do estado do Rio de Janeiro que realizam um estudo longitudinal sobre o perfil e a opinião de seu público espontâneo. 

Planetário vai às escolas: astronomia e compromisso social
Autores: Loloano Claudionor da Silva, Paulo Henrique Colonese
Resumo: Apresenta uma ação extramuros que se apropria do potencial da astronomia para divulgar ciência, atuando principalmente em escolas da Zona Norte do Rio de Janeiro e visando à inclusão social através da integração científico-cultural das populações mais carentes.

Relato de experiência em divulgação e popularização da ciência: o caso do Expresso da Ciência do Museu da Vida (COC/Fiocruz)
Autora: Renata de Oliveira 
Resumo: Aborda os objetivos, ações e resultados do Expresso da Ciência do Museu da Vida, analisando como a divulgação e popularização da ciência podem contribuir para a redução das desigualdades por meio de ações de inclusão social em museus de ciências.

Reservas técnicas como possibilidades educativa e comunicativa para públicos de museus
Autoras: Mayara M. de Oliveira, Carla Gruzman
Resumo: Considerando que, na maioria dos museus, grande parte dos objetos musealizados se encontra em reservas técnicas, propõe reflexões sobre esses espaços como possíveis locais para acesso de públicos não especializados, na perspectiva da educação e comunicação museais. Apresenta iniciativas nacionais e internacionais que visam a divulgar tanto o acervo museológico quanto os conhecimentos empregados em sua preservação. 

Os visitantes de cinco museus de ciência da cidade do Rio de Janeiro: um estudo longitudinal
Autores: Sonia M. F. Mano, Sibele Cazelli, Vanessa F. Guimarães, Monica Damouche, Andréa Fernandes Costa, J. Sérgio Damico, Loloano Claudionor da Silva, Carmen Silvia de Lemos Menezes Machado, Wailã de Souza Cruz, Denise C. Studart
Resumo: Este trabalho apresenta um estudo do Observatório de Museus e Centros de Ciência Tecnologia (OMCC&T). São dados de rodadas de pesquisa realizadas em 2005, 2009 e 2013, consolidando informações fornecidas por mais de seis mil visitantes espontâneos. De acordo com os resultados, vem ocorrendo um aumento na frequência do público feminino. O número de visitantes que se autodeclaram negras e pardas registra crescimento expressivo. A participação de jovens na composição do público também é maior a cada rodada. A opinião dos visitantes sobre os museus é bastante positiva, com alto percentual de interessados em retornar para uma nova visita. A rodada de pesquisa de 2017-2018 apresentará dados, até o momento inéditos, acerca da presença de pessoas com deficiência nos museus participantes do OMCC&T.

 

Publicado em 29/08/2018.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 2590-6747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm Nova Rio conheça