Ir para o conteúdo
No dia 6 de março (segunda), a Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência (ABCMC) encaminhou uma carta ao ministro Gilberto Kassab, da pasta de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em defesa da popularização da ciência e de políticas públicas voltadas para o campo. O documento, assinado pelo presidente da associação, José Ribamar Ferreira, alerta que o momento atual representa incertezas para o futuro da área. Como exemplo, ele cita o “desmonte gradual de museus históricos”, como a Estação Ciência da Universidade de São Paulo, cujas atividades foram encerradas, e o Museu de Ciência e Tecnologia da Bahia, que vem enfrentando sérias dificuldades em seu projeto de revitalização e requalificação.

Segundo a carta, “outros museus vivem em permanente expectativa quanto à própria sobrevivência, por dificuldades financeiras, políticas e administrativas, inclusive alguns ameaçados de extinção”. Como solução para reverter a situação imediata de alguns museus, a Associação frisa a importância da liberação de recursos da Chamada MCTI/CNPq/SECIS nº 85/2013 – Apoio à criação e ao desenvolvimento de Centros e Museus de Ciência e Tecnologia com recursos do FNDCT. Dos R$ 20 milhões previstos no edital, mais da metade do montante ainda não foi repassada. Outras iniciativas para garantir a continuidade do desenvolvimento e fortalecimento do campo da popularização da ciência são citadas no documento, como informações sobre editais futuros para 2017.

Conforme anuncia na carta, o presidente da ABCMC relembra que a instituição foi criada em julho de 1999 justamente para “unir ideias, compartilhar experiências, projetos e possibilitar um grande intercâmbio entre os centros e museus de ciência de todo o Brasil”. O Museu da Vida, atualmente, é o museu que sedia a ABCMC e, junto com a Associação e a Casa da Ciência da UFRJ, já publicou três edições do guia de Centros e Museus de Ciência do Brasil. O último, de 2015, traz um levantamento de 268 instituições abertas à sociedade, um número 41% maior que o registrado na edição de 2009, e está disponível para download gratuito.

Leia a íntegra da carta assinada pela ABCMC neste link.


Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm dataprev conheça