Ir para o conteúdo
Primeiro episódio conta sobre a vida do médico sanitarista Oswaldo Cruz.

Por Melissa Cannabrava

O Museu da Vida da Fiocruz e a Radio USAL, da Universidade de Salamanca (Usal), sediada na Espanha, estão lançando programas de rádio no âmbito do programa Brasil es mucho más que samba, que aborda temas da atualidade e entrevistas, trazendo informações relacionadas à cultura brasileira. O programa é emitido pelo Centro de Estudios Brasileños (CEB), que busca construir um diálogo e colaborar com instituições acadêmicas e culturais de nosso país. Há mais de dez anos, a USAL e a Fiocruz assinaram um primeiro termo de colaboração, sob o amparo de um convênio mais amplo. O diretor do CEB, Ignacio Berdugo, considera que a colaboração com o Museu da Vida vem para enriquecer essa dinâmica de diálogos, encontros e colaborações que o centro mantém com diferentes instituições brasileiras. A estreia da nova parceria aconteceu na última terça, 27 de outubro, com a primeira parte do episódio sobre a vida do médico sanitarista Oswaldo Cruz. Você pode ouvir a segunda parte neste link. A produção é das jornalistas Renata Fontanetto e Melissa Cannabrava; locução e edição de Esther Jimenez.

Ouça o primeiro episódio no SoundCloud do Museu da Vida.

O segundo episódio pode ser escutado aqui.

O terceiro episódio também já está disponível.


“A parceria do Museu da Vida com o Centro de Estudios Brasileños da Universidade de Salamanca é de suma importância para os trabalhos no Museu e para os nossos públicos porque é uma oportunidade de intercâmbio e de troca entre as nossas ações de divulgação científica e de divulgação cultural e as do CEB. Estão previstas iniciativas no campo da formação, no de exposições e no campo da comunicação - via plataforma de rádio e em redes sociais. Enfim, teremos oportunidades ímpares de poder estabelecer um diálogo entre o público do Centro de Estudos lá na Espanha e o público do Museu da Vida aqui no Brasil", afirma Alessandro Batista, do Museu da Vida.

Para Elisa Duarte, do CEB, o momento que estamos vivendo é extremamente crítico, e todos os dias vemos a importância que tem a comunicação da ciência. "Se entendemos a ciência como um tipo de conhecimento, marcado por seu contexto social e histórico, a internacionalização exerce um importante papel como ponte que permitirá construir colaborações futuras para compartilhar este conhecimento científico, para a mobilidade de pesquisadores, construção de redes etc. O rádio desempenha um papel fundamental - e às vezes pouco explorado - na divulgação científica e cultural. No nosso caso, que colaboramos com a rádio da Usal, portanto uma rádio universitária, vemos que a produção de conteúdo para este veículo nos permite usar outros tipos de recursos e ferramentas criativas, sem perder o rigor da pesquisa e da investigação. Contamos com a emissão através da página web da rádio e com podcast, que garante a preservação deste conteúdo", observa.

“Com esta pareceria, esperamos divulgar um pouquinho da ciência e da cultura brasileira entre os ouvintes da Espanha, mostrando o trabalho de instituições como a Fiocruz e o Museu da Vida, quase desconhecidas em nosso país”, opina Esther Jimenez, da Universidade de Salamanca. 

 

Atualizado em 6 de novembro de 2020

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 3865-2138

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

Johnson & Johnson ibm conheça