Ir para o conteúdo

Entendemos que a infância é uma das mais importantes etapas do desenvolvimento do indivíduo, assim como os primeiros contatos com a cultura da sociedade ocorrem nesta fase. É na infância que as crianças estão imersas em outros espaços de socialização além da casa e da família, e, neste contexto, aprendem por meio de brincadeiras, do convívio com seus pares e ainda desenvolvem sua autonomia. 

O Dia das Crianças nos faz lembrar que somos responsáveis por sua segurança, seu bem-estar e que devemos priorizar a garantia de seus direitos. Destacamos também que, antes de conhecermos esta data como se configura hoje, alguns movimentos e ações foram realizadas. Foi o caso do lançamento da Declaração dos Direitos das Crianças pela Liga das Nações em 1924, que tinha como objetivo ressaltar os cuidados com as crianças, preservar sua infância e adotar medidas de proteção. Durante a Conferência sobre o bem-estar da Criança de 1925, em Genebra (Suíça), o dia 1 de junho ficou definido como o Dia Internacional da Infância/Criança. 

Trinta anos depois, a Assembleia Geral das Nações Unidas instituiu o dia 20 de novembro como o Dia das Crianças, com o intuito de motivar os outros países a promover ações para garantir direitos e ações de bem-estar da infância. Já em 1959, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou a Declaração dos Direitos da Criança, com algumas modificações, e cada país passou a estabelecer uma data comemorativa para celebrar. No Brasil, por meio do decreto nº 4867, instituído no dia 05 de novembro de 1924, foi estabelecido o dia 12 de outubro como data oficial para comemoração do Dia das Crianças.

O Museu da Vida, enquanto espaço cultural de divulgação e popularização da ciência, saúde e da tecnologia, vai comemorar essa data importante. O Grupo de Estudos e Ações Educativas para o Público Infantil (GEAEPI) organizou um webinário para apresentar atividades educativas e lúdicas. As atividades vão acontecer no YouTube do Museu da Vida.

 

Veja a agenda:

13 de outubro, de 14h às 16:30h:

Faremos o anúncio do lançamento da publicação “A caminhada do GEAEPI no Museu da Vida” e de produtos educativos do Projeto “Arte e Saúde no Museu da Vida”. A publicação apresenta o histórico do trabalho coletivo realizado por profissionais das diferentes áreas do Museu da Vida, ocorridos entre os anos de 2005 e 2017, abordando a relação do museu, a importância das crianças e as atividades que foram desenvolvidas, planejadas e realizadas pelo grupo. 

 

14 de outubro, de 10h às 12h:
No dia 14/10, será realizada a roda de conversa “Tem criança no Museu?”, onde apresentaremos três experiências de diferentes museus brasileiros que desenvolvem projetos e atividades para o público infantil. As convidadas são:

- Liduina Rodrigues, diretora e fundadora do Museu da Boneca de Pano é Pedagoga de formação e artesã de coração, contadora de história e bonequeira encontrou na arte do fazer, um mundo de possibilidade de descobertas de nós mesmos.

- Lucineide Marquis, bióloga, arqueóloga e mestre em Arqueologia. Educadora e  coordenadora do laboratório de Arqueologia da Fundação Casa Grande- Memorial do Homem Kariri e professora do Curso de especialização em Arqueologia Social Inclusiva. 

- Anna Beatriz, guia no Memorial do Homem do Kariri e gerente da Gibiteca da Casa Grande. Na Rádio Comunitária Casa Grande FM, faz o programa infantil de rádio Submarino Amarelo.

- Kamylla Passos - Bolsista PCI/CNPq da Coordenação de Educação e Popularização da Ciência do Museu de Astronomia e Ciências Afins/MAST. Graduada em Museologia/UFG e Mestre em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde/Fiocruz. 

- Victoria Florio – Pesquisadora no programa de Capacitação Institucional (PCID-B),no Museu de Astronomia e Ciências Afins. Doutora pelo Programa de Ensino, Filosofia e História das Ciências da UFBa. Idealizadora e coordenadora do Projeto Jardim de Estrelas que deu origem a exposição “O Céu que nos conecta”.

Texto do GEAPI e publicado em 07 de outubro de 2020 

 

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 3865-2138

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

Johnson & Johnson ibm conheça