Ir para o conteúdo

Compartilhe

Facebook Twitter Imprimir
Museóloga conta a história de Oswaldo Cruz para público infantil a partir de um avental colorido.

 
Quem foi Oswaldo Cruz, como era a sua personalidade e por que ele decidiu construir um castelo tão grande e diferente? Quem conta tudo isso com riqueza de detalhes é a museóloga Claudia Oliveira, na atividade “O avental de história”, oferecida a partir de abril de 2010 pelo Museu da Vida, às quartas-feiras. 

Com o objetivo de despertar a curiosidade das crianças pequenas para a vida e a obra do médico e sanitarista Oswaldo Cruz, Claudia criou um roteiro especialmente destinado a esse público e uma forma criativa e instigante de apresentá-lo.
 
Por meio de um avental colorido, com bolsos de onde saem as principais personagens da história – o próprio Oswaldo Cruz, além de ratos, galinha, cavalo e outros –, a museóloga relatava a chegada do cientista à antiga Fazenda Manguinhos e a sua ideia de construir um imponente castelo, em estilo neomourisco, para chamar a atenção da população para a importância da ciência.
 
Segundo Claudia, o interesse das crianças é geral. “Tem a surpresa do avental, já que poucos conhecem esse recurso; dos personagens, que elas ficam esperando sair do bolso como coelhos da cartola; e, no final, surge o Castelo, que fica escondido atrás do avental.”
 
A sessão de contação da história era seguida de uma exibição de fotos históricas da antiga fazenda e de uma conversa mais descontraída com as crianças, que, além de fazerem perguntas, contavam um pouco de suas próprias histórias.
 
A atividade, com duração de cerca de 40 minutos, terminava com uma visita guiada às exposições do Passado e Presente e ao Castelo.
 
Da motivação à execução
 
Mediadora do Museu da Vida e antiga colaboradora da atividade “Contadores de histórias”, Claudia sempre teve muito interesse em narrativas. A inspiração para a atividade com o avental veio do grupo Tapetes Contadores de Histórias, que utiliza trabalho artesanal em tecido.
 
Para a materialização da ideia, a museóloga contou com a ajuda do Serviço de Educação em Ciências e Saúde e do Serviço de Design e Produtos de Divulgação Científica do Museu da Vida,com apoio financeiro da Faperj – dentro do projeto “Ações educativas em ciência e saúde: uma parceria museu-escola para a formação de professores”, coordenado por Luiz Otávio Ferreira.
 
O primeiro passo foi elaborar o roteiro da história foi adequá-lo ao público-alvo da atividade – crianças entre 5 e 8 anos. Depois, foi preciso pensar no design, escolher tecidos que fossem ao mesmo tempo harmônicos e interessantes em termos de cor, fazer os moldes para a costureira montar o avental e, por fim, retocar a pintura dos personagens.
 
“Não tivemos consultoria alguma e contei com a minha costureira que nunca tinha feito qualquer trabalho parecido”, conta Claudia, que, por enquanto, é a única a contar a história.
 
“A atividade é muito recente e acho necessário que haja uma identificação para sua execução, mas a história está aí para qualquer um que quiser contar!” 
 
O avental de história
Local: varanda do 2o andar do Castelo
Público-alvo: crianças de 5 a 8 anos
Limite: 42 crianças
Informações: 2590-6747 / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 
Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom