Ir para o conteúdo

Compartilhe

Facebook Twitter Imprimir

Simpósio discutiu a relação entre história, ciência, saúde e arte africana.


A sexta-feira, dia 22 de março, foi agitada no Museu da Vida. O Simpósio História, Ciência, Saúde e Arte na África, organizado pela Presidência da Fiocruz, pelo Instituto Oswaldo Cruz e pelo Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz, com apoio da Faperj, contou com mesas-redondas, conferência, exposição e show para mostrar um pouco da ciência e cultura africana, bem como as relações na arte e na ciência daquele continente com o Brasil.

Pesquisadores e médicos debateram temas como Cooperação Brasil-África e Arte e Cultura Africana em duas mesas-redondas. O evento contou ainda com a conferência de encerramento do historiador e membro da Academia Brasileira de Letras, Alberto da Costa e Silva.

Ao final do evento, o show ficou por conta de André Sampaio & Os Afromandingas. A banda dedica-se à música e cultura negra para celebrar de maneira plural o importante legado da cultura afro na música, que pode ser sentido em diversos ritmos espalhados pelo mundo.

O evento foi gratuito e não foi necessária inscrição prévia.

Veja abaixo a programação completa do Simpósio:

Simpósio História, Ciência, Saúde e Arte na África
22 de março de 2013
Local: Tenda da Ciência/Museu da Vida

Evento gratuito

Coordenadores:
Luisa Massarani (Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz)
Wilson Savino (Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz)

Programa

10h - Cerimônia de abertura

Luisa Massarani, Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz

Wilson Savino, Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz

Antônio de Sousa e Silva, ex-embaixador do Brasil em Moçambique

Paulo Elian, vice-diretor de Pesquisa, Educação e Divulgação Científica da Casa de Oswaldo Cruz da Fiocruz

Luiz Eduardo Fonseca, assessor internacional para África/Fiocruz

José Luiz Telles, diretor do Escritório Regional da Fiocruz na África

11h – 13h - Cooperação Brasil-África
Moderador: José Luiz Telles, diretor do Escritório Regional da Fiocruz na África

Participantes:
Célia Almeida, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública/Fiocruz

Carolina Batista, diretora da Unidade Médica Brasileira do Médicos Sem Fronteiras

Amilcar Tanuri, professor titular do Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ

Marcelo Saldanha, assessor da chefia geral da Embrapa Solos e um dos responsáveis pelos programa de cooperação com Moçambique

13h – 14h30 – Almoço/brunch

14h30 – 16h - Arte e Cultura Africana
Moderadora: Luisa Massarani, Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz

Participantes:

Graça Teixeira, coordenadora do Museu Afro-Brasileiro/Universidade Federal do Bahia

Mahomed Bamba, da Costa do Marfim, professor do Depto. de Comunicação da UFBA e especialista em Cinema Africano e da Diáspora

Wilson Savino, Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz

16h – 17h - Conferência de encerramento
Apresentadora: Nísia Trindade Lima, pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz e vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz

Conferencista: Alberto da Costa e Silva, historiador e membro da Academia Brasileira de Letras

17h – Coquetel e show
Show com a banda André Sampaio & Os Afromandingas

Sobre André Sampaio:

É a música mandinga (povo mandengue, Mali, Burkina Faso, Guiné, Senegal) misturada ao afro-beat, às influências claramente blues-jazzísticas, aos tambores de terreiro, dub, samba e aos seus 12 anos de carreira como guitarrista do Ponto de Equilíbrio que formam a identidade musical e a pegada marcante da guitarra de André Sampaio em suas composições e interpretações.

Em seu disco de estréia, Desaguou, gravado no lendário estúdio Humble Ark (Bamako/Mali), do produtor Manjul Souletie, e no Estúdio Jimo (RJ), dos irmãos Lobato (O Rappa), André conta com as participações de Vieux Farka Touré (guitarrista e filho de Ali Farka Touré/Mali), Cacique 97 (Portugal/Moçambique), Sekou Diarra (Burkina Faso), Assaba Drame e Fatim Kouyate (Mali) e Terrakota (Portugal). Assim, André busca unir tradição e modernidade, africanidades e brasilidades através da música.











Mais informações sobre André Sampaio & Os Afromandingas no perfil:
http://www.facebook.com/pages/Andr%C3%A9-Sampaio-Os-Afro-Mandinga/191150474279823


Serviço:
Endereço: Museu da Vida, na Av. Brasil, 4365 – Manguinhos – Rio de Janeiro (perto da passarela 6 e dentro do campus da Fiocruz)

Site: www.museudavida.fiocruz.br/africa
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom