Ir para o conteúdo

Por Teresa Santos

Após relançamento em março deste ano, o Invivo, portal de divulgação científica da Fiocruz voltado para educadores e alunos, dá um novo passo importante: a concretização de parcerias com comunicadores populares. Em novembro de 2022, já será possível conferir na edição impressa do Maré de Notícias conteúdos produzidos de forma colaborativa entre o veículo fundado em 2009 pelas Redes da Maré e o portal Invivo. E não para por aí!

Crédito: Wylly Suhendra/Unsplash

No mês em que se celebra o Dia da Consciência Negra, a matéria de estreia dessa parceria será dedicada à saúde das mulheres negras. O tema foi proposto pela própria equipe do Maré de Notícias em reunião de pauta realizada em conjunto com o Invivo. “Essa construção é bastante interessante e rica para gente. Ela possibilita que possamos ajudar a fomentar o debate e o diálogo sobre saúde, ciência e tecnologia em veículos populares. E vai ao encontro da missão do Museu da Vida Fiocruz”, destaca Julianne Gouveia, gestora de conteúdo e editora SEO do Invivo.

O processo colaborativo contribui para superar o modelo de transmissão de informações. Tereza Costa, editora de conteúdo do Invivo, lembra que, por definição, comunicação é uma via de mão dupla. “Acho que essas iniciativas representam um imenso avanço e podem favorecer a comunicação em saúde”, afirmou, pontuando que o portal Invivo passa a ser mais um espaço de expressão dos comunicadores populares. E, dessa forma, todos saem vencedores: “a Fiocruz ganha, o Invivo ganha e as comunidades ganham”, ressaltou.

Segundo Tamyres Matos, editora e fundadora do Maré de Notícias, sua equipe já tem como estratégia aproximar a linguagem cotidiana e a realidade dos mareenses do conhecimento acadêmico. “Ter a nossa disposição toda a expertise do Museu da Vida Fiocruz abre uma série de possibilidades para o desenvolvimento de pautas especiais. Acredito que a troca de conhecimentos entre a nossa equipe de reportagem e a equipe da Invivo chega para enriquecer todos os lados da equação. Estamos muito animados para aprofundar essa parceria e seguir na missão de aproximar os essenciais debates do jornalismo científico dos nossos leitores”, destacou.

Outras ações em andamento
Além do Maré de Notícias, o Invivo também está formalizando parcerias com outros veículos, entre eles, o Site da Baixada , plataforma de conteúdo que produz jornalismo independente desde 2006, e O Cidadão , jornal criado em 1999 e que é fruto de um projeto da ONG Centro de
Estudos e Ações Solidárias da Maré (Ceasm).

Com a iniciativa, além da possibilidade de produzir conteúdos de forma conjunta, os comunicadores populares poderão reproduzir os conteúdos disponibilizados no portal Invivo em suas mídias. A expectativa é que, no futuro, o portal Invivo também passe a publicar em seu site materiais produzidos pelos comunicadores populares.

Para Wesley Brasil, editor e fundador do Site da Baixada, a parceria é motivo de celebração. “Para um veículo que tem tanto tempo quanto o nosso, que está comemorando 16 anos em novembro, que tem credibilidade, uma história e realizações, chegar nesse momento e ter uma
parceria com uma instituição tão séria e importante quanto a Fiocruz, só chancela esse nosso trabalho de tanto tempo”, destacou.

Wesley considera que a iniciativa possibilitará explorar ainda mais a editoria de ciência em seu veículo. “Vamos poder pensar conteúdos educacionais com mais autoridade. Então, todo mundo tem a ganhar: os nossos leitores, o público da Fiocruz e até as pessoas que vão vir a
nos conhecer a partir desses conteúdos que nós podemos pensar juntos”, ressaltou.

Segundo Tereza Costa, as parcerias proporcionam representatividade e abrem portas: “Agora, vamos ter mais cabeças pensando. E isso, sem dúvida, adiciona riqueza e diversidade ao trabalho”, destacou.

Para Julianne Gouveia, a ação poderá contribuir ainda para preencher um gap importante que existe na cobertura de saúde, ciência e tecnologia nos veículos de comunicação popular. A jornalista, que já foi editora de uma agência de notícias de comunicação comunitária, lembrou que, muitas vezes, as notícias acabam focando em problemas relacionados aos serviços e ao acesso à saúde, aproximando-se da cobertura de cidade. Ela considera que a iniciativa pode, portanto, contribuir para ampliar esse debate e trazer novos temas em saúde, ciência e tecnologia para os leitores.

Publicado em 07 de novembro de 2022.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 14h30.

Fiocruz: Av. Brasil, 4365, Manguinhos, Rio de Janeiro. CEP: 21040-900

Contato: museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@fiocruz.br.

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

conheça