Ir para o conteúdo
Créditos: Bruno Veiga. Acervo Museu da Vida Fiocruz

Como será que Oswaldo Cruz era em seus tempos de estudante? O primeiro item do especial ‘Coisas de Oswaldo’, da série Objeto em Foco, relembra a vivência do jovem estudante Oswaldo Gonçalves Cruz. A iniciativa apresenta três itens pessoais do patrono da Fiocruz em comemoração aos 150 anos de seu nascimento, celebrado em 5 de agosto, Dia Nacional da Saúde. 

No prefácio de sua tese de doutoramento, Veiculação microbiana pelas águas, apresentada à Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1892, Oswaldo Cruz já revelava seu fascínio pela microscopia e afirmava seu compromisso com um fazer científico apoiado em um vigoroso aparato tecnológico, o microscópio:

“Desde o primeiro dia que nos foi facultado admirar o panorama que se divisa quando se coloca os olhos na ocular de um microscópio, (...), desde que vimos com o auxílio deste instrumento maravilhoso, os numerosos seres vivos que povoam uma gota d’água; desde  que aprendemos a lidar, a manejar com o microscópio, enraizou-se em nosso espírito a ideia de que os nossos esforços intelectuais d’ora em diante convergiriam para que nos instruíssemos (...) numa ciência que se apoiasse na microscopia” (Opera Omnia, p.23).

Os micróbios e os doutores. Charge de Ramos Lobão, O Malho, julho de 1909. Oswaldo Cruz em seu laboratório, cercado por objetos da ciência, entre os quais um microscópio, ouve pedido do Zé Povo, que implora a cura do mal causado pelo micróbio da politicagem. Cruz indica o presidente da república, Nilo Peçanha, como responsável pelo soro contra o mal, a administrite.

Ainda no início de sua carreira, o cientista registrou em um diário (escrito no período de 1893 a 1896) a utilização do microscópio Verick em experimentos realizados no laboratório que mantinha em sua residência, na Gávea.

A frase gravada no microscópio, “C.Verick élève spécial de E. Hartnack” (ou “C. Verick, aprendiz especial de E. Hartnack”) faz referência à formação profissional de Constant Verick, que foi discípulo de Edmond Hartnack, reconhecido fabricante de instrumentos ópticos de precisão. A marcação aparece em todos os microscópios da Maison Verick e era também impressa nos catálogos da empresa, como símbolo de prestígio.

 

Em seu laboratório, Oswaldo Cruz faz observação ao microscópio, ladeado por seu filho Bento e por Carlos Burle de Figueiredo, cientistas do Instituto. Acervo DAD/COC

 

O que é um microscópio monocular?

O microscópio monocular Constant Verick na exposição “Pesos e Medidas: vale quanto pesa” (2009). Créditos: Pedro Paulo Soares / Museu da Vida Fiocruz / COC / Fiocruz

Microscópios monoculares são modelos mais indicados para quem deseja se introduzir no mundo da microscopia. O Verick n° 7 é de fácil manuseio, permitindo realizar boas observações de misturas, tecidos e de diferentes classes de materiais. 

Seu manejo consiste em orientar a lente ocular (localizada próxima ao olho e responsável pelo aumento da imagem) e a lente objetiva (localizada próxima ao objeto observado e que ajusta o foco), de modo que o objeto observado se torne nítido, e sua imagem, a maior possível. O aumento obtido com as lentes deste instrumento é da ordem de 60 a 570 diâmetros.

Ele também possui dois dispositivos para regular os movimentos do canhão ou tubo, onde as lentes são afixadas: uma corrediça para movimento rápido e um parafuso micrométrico para deslocamentos mais lentos e precisos. Um espelho articulado permite a iluminação do objeto observado por reflexos oblíquos de luz.

 

O fabricante do microscópio Verick

Destaque do fabricante gravado na base do instrumento: “C.Verick elève special de E. Hartnack. Rue de la Parcheminerie 2, Paris”. Foto: Pedro Paulo Soares / Museu da Vida / COC / Fiocruz

Na Paris da segunda metade do século XIX, Constant Verick, discípulo especial de Edmond Hartnack, famoso fabricante de instrumentos óticos de precisão, assumiu a empresa de Depenne, especializada na fabricação de microscópios.

Entre 1877 e 1882, a Maison Verick produziu diferentes modelos de microscópios, utilizados em instituições de ensino e pesquisa e também em hospitais. A frase gravada no microscópio, “C. Verick, aprendiz especial de E. Hartnack”, revela a importância que o fabricante atribuía à sua formação profissional. Ela aparece em todos os microscópios da Maison Verick, e era também impressa nos catálogos da empresa, como símbolo de prestígio.

Em 1882, Verick afastou-se dos negócios e passou a direção de sua empresa para Maurice Stiassnie, seu genro e chefe das oficinas. A companhia passou a chamar-se Maurice Stiassnie-Maison Verick.


Informações técnicas sobre o objeto:

Microscópio de laboratório nº 7 (4483)

Fabricante: Constant Verick 

Local: França

Data: 1877 -1882

Medidas: 27cm x12cm x13cm

Material: Metal e vidro

Procedência: Museu do Instituto Oswaldo Cruz

Marcas: “C.Verick elève special de E.Hartnack. Rue de la Parcheminerie 2, Paris”. Frase gravada na base do instrumento

Número de inventário: MV-02.1/002


Bibliografia e fontes:
CRUZ, Oswaldo. Oswaldo Gonçalves Cruz: Opera Omnia. Rio de Janeiro: Impressora Brasileira, [1972].
¬¬¬¬¬¬¬____________ .  Diário de Laboratório (1893-1896). Manuscrito. Departamento de Arquivo e Documentação/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz
DIAS, Ezequiel. O Instituto Oswaldo Cruz: resumo histórico (1899-1918). Rio de Janeiro: Instituto Oswaldo Cruz. 1918.
FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. CASA DE OSWALDO CRUZ. Inventário do acervo museológico da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz. Versão preliminar. Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz. 2009.
GIRES, Francis (Dir.). L’Empire de la physique: Cabinet de physique du Licée Guez de Balzac de Angoulême. Niort: ASEISTE, 2006. Disponível em: http://www.alienor.org/bibliotheque/EmpirePhysique/pdf/LivreGlobal.pdf. Acesso em: 11/03/2011.
SMITHSONIAN INSTITUTION LIBRARIES. Instrument for science, 1800-1914: scientific trade catalogs in Smithsonian Collections. Washington DC: Smithsonian Institution Libraries. 2003. (Digital Collection 2003). Disponível em: http://www.sil.si.edu/DigitalCollections/Trade-Literature/Scientific-instruments/index.htm. Acesso em: 11/03/2011.


Créditos:
Objeto em Foco é um produto de divulgação do acervo museológico sob a coordenação de Ines Santos Nogueira e Pedro Paulo Soares
Serviço de Museologia - Museu da Vida Fiocruz
 
Atualizado em 13/07/2022.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 14h30.

Fiocruz: Av. Brasil, 4365, Manguinhos, Rio de Janeiro. CEP: 21040-900

Contato: museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@fiocruz.br.

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

conheça