Ir para o conteúdo

Compartilhe

Facebook Twitter Imprimir
Em 2014, o Museu da Vida participou mais uma vez da Mostra Internacional de Vídeos Científicos VER CIÊNCIA, que completou vinte anos em 2014. A programação da mostra fez parte das atividades do Museu da Vida para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que contou com curtas e longas-metragem, com exibições que foram de 14 a 18 de outubro de 2014, em diversos horários.

VER CIÊNCIA SNCT 2014
Vídeos, Debates e Oficinas

CIÊNCIA EM CENA

Programação – Ciência em Cena / Epidauro

VÍDEO-OFICINAS: NEUROCIÊNCIA, ARTE E PERCEPÇÃO

Uma programação especial de filmes abordando o tema da Percepção, integrando Neurociência e Arte fará parte das atividades oferecidas no Ciência em Cena do Museu da Vida. Os filmes serão expostos juntamente com oficinas sobre Percepção, Arte e Ciência no Ciência em Cena (Prédio subterrâneo Epidauro).
Local: Ciência em Cena (Prédio subterrâneo Epidauro, ao lado da Tenda da Ciência)
Dias: 14 a 18 de outubro de 2014.
Horário: das 9h às 16h30min
Obs.: Vide horários e dias específicos abaixo.
Filmes Exibidos

ALMOÇO COM CIÊNCIA

A Verdade sobre os Exercícios, BBC, Reino Unido, 60min, 14 anos.
Como muitos de nós, o apresentador Michael Mosley quer ficar em boa forma e saudável, mas não quer enfrentar horas na esteira ou nas idas e vindas à academia. Contudo, a ciência pode ajudar a resolver este problema: pesquisas recentes sugerem que muitos de nós poderiam se beneficiar com apenas três minutos de exercícios em alta intensidade por semana. Usando-se como cobaia, Michael analisa estas surpreendentes pesquisas sobre os exercícios físicos, que revelam como poderemos viver mais e melhor.
Dia: 14/10/2014.
Horário: 12h às 13h.
(Dublado, exibição livre sem debates).

Cérebro Criativo: Como Funciona o Insight. The Creative Brain: How Insight Works, BBC, Reino Unido, 50min, 14 anos.
É um sentimento que todos nós conhecemos: o momento em que uma luz se acende em nossa cabeça! Em um súbito lampejo de inspiração, uma ideia nova nasce. Hoje, os cientistas estão usando algumas técnicas incomuns para tentar descobrir como surgem estes momentos de criatividade: eles criaram uma série de enigmas e quebra-cabeças para testar e reconhecer o comportamento criativo. Enquanto isso, a mais recente tecnologia de neuroimagem possibilita aos pesquisadores “olhar” dentro de nossos cérebros e registrar como acontece a centelha criativa.
Sites:
BBC-Clips
Dia: 15/10/2014
Horário: das 12h às 13h.
Local: Epidauro.
(Dublado, exibição livre sem debates).

Vivendo com Robôs, Living With Robots, Gedeon, França, 52min, 14 anos.
Os robôs estão em toda parte. Eles já constroem nossos carros, divertem nossas crianças e limpam nossas casas. O programa nos apresenta aos androides mais avançados do mundo, que olham e falam como nós, e são tão inteligentes que querem aprender da mesma forma que os humanos! Dos guardas prisionais na Coréia aos parceiros sexuais americanos, a vida com robôs surge das mais variadas formas em todo o mundo: a humanidade começa um novo capítulo de sua história.
Dia: 16/10/2014
Horário: das 12h às 13h.
Local: Epidauro.
(Dublado, exibição livre sem debates).
A Última Fronteira, Final Frontier, BBC, Reino Unido, 50min, 14 anos.
O apresentador Dallas Campbell faz uma retrospectiva dos 50 anos de programas da série Horizon, para configurar as descobertas científicas que transformaram nossa compreensão do universo. Desde os conceitos de espaço-tempo para planetas alienígenas e de dimensões extras do espaço, formulados por Einstein, a ciência tem revelado um cosmos que é mais surpreendente e espetacular do que jamais poderia ter sido imaginado. A cada descoberta nos deparamos com mais outros intrigantes mistérios – e esta grande jornada da ciência está apenas começando.
Sites:
http://www.bbc.co.uk/programmes/p00yjn1x http://www.youtube.com/watch?v=HCwDyVDDXmk
Dia: 17/10/2014
Horário: das 12h às 13h.
Local: Epidauro.
(Dublado, exibição livre sem debates).

O que nos Torna Humanos? / What Make us Human? BBC, Reino Unido, 50min.
A professora Alice Roberts está gerando um novo ser humano: ela está grávida de seu segundo filho. Mas antes de ele nascer, ela quer descobrir o que faz um ser humano... humano! O que é que nos separa de nossos parentes vivos mais próximos, os chimpanzés? Compartilhamos 99% do nosso DNA com eles - e a partir do momento do nascimento, nossas vidas são completamente diferentes. Então, somos apenas mais um animal, ou há algo especial que torna humano o ser humano?
Sites:
Dia: 18/10/2014
Horário: das 12h às 13h.
Local: Epidauro.
(Dublado, exibição livre sem debates).

OFICINA FACES: O RECONHECIMENTO DE ROSTOS...

Neurônios-Espelho: o Olho dos Outros. Mirror Neurons WGBH, Estados Unidos, 15min, 14 anos.
O que faz os torcedores se sentirem tão emocionalmente envolvidos durante o jogo, reagindo quase como se fossem eles mesmos participantes do jogo? De acordo com descobertas surpreendentes, feitas a partir de imagens do cérebro, estamos constantemente registrando em nossa cabeça qualquer atividade que observamos – e procurando imita-la. O programa descreve o que são estes nossos chamados "neurônios-espelho", que nos possibilitam entender as ações dos outros e imitar o que vemos.
Site:
Dia: 14, 15 e 16/10/2014
Horário: das 9h às 10h.
Local: Epidauro.
Após o filme, teremos uma oficina sobre como o nosso cérebro reconhece (ou não) rostos e como cientistas e artistas investigam e criam efeitos interessantes sobre a percepção de rostos e ilusões e efeitos de imagem.
Programação – Centro de Recepção

CURTAS: A CIÊNCIA QUE EU FAÇO

Uma programação especial de 12 curtas da série A CIÊNCIA QUE EU FAÇO!, produzida pelo Museu de Astronomia (MAST/MCTI) com entrevistas com cientistas brasileiros contando o que fazem, por que se interessaram por ciências, o que os motivou, como foi sua infância e outros momentos que marcaram e contribuíram para a sua escolha e formação profissional. Os filmes serão expostos em modo contínuo no Centro de Recepção do Museu da Vida e a série completa pode ser vista integralmente e baixada pela Internet e Canal Youtube. Um ótimo programa para discutir formação e escolha profissional para jovens.

Local: Centro de Recepção (TV tela plana e Totem no SALÃO)
Dias: 14 a 18 de outubro de 2014.
Horário: das 9h às 16h30min.
Obs.: Os curtas têm uma duração média de 5 minutos.

Filmes Exibidos:

1. Mutações nas Metrópoles Brasileiras, 7min, 14 anos.
Anísio Brasileiro de Freitas Dourado é engenheiro civil pela Universidade Federal de Pernambuco, com doutorado e pós-doutorado em Transportes. Em seu depoimento, descreve seus vínculos com as diversas formas de se aplicar ciência e tecnologia, e os fatores que o levaram a seguir o caminho da engenharia, tal como seu fascínio pelas grandes metrópoles brasileiras e suas constantes mutações.
Site:
2. Nutrição e Segurança Alimentar, 8min, 14 anos.
Sebastião de Sousa Almeida é psicólogo graduado pela USP, com mestrado e doutorado em Farmacologia pela USP e pela Boston University. Seu foco de interesse e pesquisa é a área de nutrição e comportamento no Brasil: “Mais do que multidisciplinar, esta é uma ciência interdisciplinar”. Seus trabalhos abrangem a desnutrição proteica precoce, ansiedade, aprendizagem e comportamento, comportamento alimentar e determinantes ambientais da obesidade em crianças e adolescentes.
Site:
3. Cooperativas Indígenas, 9min, 14 anos.
Terri Valle de Aquino é graduado em Antropologia pela Universidade de Brasília (UNB) e pesquisador da Fundação Nacional do Índio (FUNAI). Terri foi o primeiro profissional da área a subir vários rios do Alto Juruá para realizar levantamentos socioeconômicos e fundiários sobre os povos indígenas do Acre. No programa, ele relata em detalhes a criação de cooperativas indígenas que buscam a autossuficiência dessas populações, além de assegurar o direito de ocupação de seus territórios.

4. Terapias Avançadas, 3min, 14 anos
Marcelo Morales é graduado em Medicina pela USP, doutor em Biofísica pela UFRJ e concluiu seu pós-doutorado pela John Hopkins School of Medicine. Atua principalmente nas áreas das terapias celulares em doenças renais e pulmonares e da Terapia Gênica utilizando vetores virais e nanopartículas. No programa, relata sua prática com essas terapias avançadas e suas pesquisas sobre o tratamento de animais com células-tronco.
Site:
 

5. Doença de Chagas, 4min, 14 anos
Andréa Mara Macedo é biólogo graduada pela Universidade Federal de Minas Gerais, com doutorado em Bioquímica e pós-doutorado na área de Genética Molecular e Biotecnologia pelo Núcleo de Genética Médica de Minas Gerais. Seu trabalho está centrado na pesquisa da “Doença de Chagas” e de sua ação deletéria no organismo dos seres humanos: um dos tópicos mais importantes é o estudo do DNA do ser humano e do parasita, buscando entender por que alguns indivíduos desenvolvem determinados sintomas e outros não.
6. Museu de Ciências Ricardo Ferreira, 10min, 14 anos
Apaixonado pela divulgação científica, o físico Marcos Antônio Pinto Ribeiro dá um emocionado depoimento sobre sua trajetória na área, desde a graduação na Universidade Federal Rural de Pernambuco. O destaque fica por conta de sua atuação à frente do Museu de Ciências Ricardo Ferreira, criado na Escola Pública Otacílio Nunes de Souza, em Petrolina (PE). Trata-se de um espaço não formal de divulgação científica no qual alunos do ensino médio interagem e debatem sobre tudo que acontece no meio científico. É o único museu do gênero criado dentro de uma escola.
7. Rede Nacional de Computadores, 6min, 14 anos
Nelson Simões da Silva graduou-se em Engenharia de Computação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e é atualmente o diretor da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Para ele, o principal recurso de comunicação e intercâmbio via internet é o vídeo. O setor médico é um bom exemplo da importância dessa ferramenta. Hoje, a RNP reúne cerca de 100 hospitais, cujos profissionais trocam informações por meio de imagens de alta resolução. São aulas a distância, demonstrações de novas técnicas, utilização em tempo real de imagens para decisão sobre procedimentos a serem adotados, entre outras aplicações. Em seu depoimento, Nelson Simões descreve estas e outras utilizações do vídeo para qualificar serviços nas mais diversas áreas do conhecimento científico e tecnológico.
Site:
8. Internet, nova Biblioteca de Alexandria, 7min, 14 anos.
Cecília Leite de Oliveira se graduou em Letras na Universidade de Brasília, onde também concluiu seu mestrado e doutorado em Ciências da Informação. No seu depoimento, Cecília faz uma analogia entre o que é a internet e o que foi a Biblioteca de Alexandria, que reuniu o maior acervo de cultura e ciência da Antiguidade, com cerca de 500 mil papiros. Na comparação de Cecília, a web é hoje o que foi Alexandria para os pesquisadores do nosso tempo – com uma diferença: são bilhões de documentos na rede mundial! O papel do cientista da informação é dar ordem a todo esse fantástico volume de conhecimento.
Site:
9. Água Solarizada em Tubos PET, 5min, 14 anos.
Karoline Elis Lopes faz graduação em Engenharia Civil na Universidade Federal de Minas Gerais e tem especial interesse na área de Engenharia Hidráulica e modelagem de recursos hídricos. Em seu depoimento, Karoline relata como concebeu seu projeto de tratamento de água, que tem como base a confecção de uma tubulação feita com garrafas PET, acoplada a um concentrador solar em um sistema de fluxo contínuo de água solarizada, como alternativa para desinfecção microbiológica em estações de tratamento. Com esse projeto, Karoline ganhou o 3º lugar no International Science and Engineering Fair, na categoria Engenharia Ambiental; o 1º lugar do Prêmio Google e Menção Honrosa pelo INCOSE (Conselho Internacional de Engenharia de Sistemas).
Site:
10. Planejamento Ambiental no Semiárido, 5min, 14 anos.
Maria do Carmo Martins Sobral graduou-se em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco; tem mestrado pela University of Waterloo e doutorado e pós-doutorado em Saneamento Ambiental pela Technische Universität Berlin (TUBerlin). Maria do Carmo acredita que o Brasil precisa de uma melhoria efetiva no gerenciamento de seus recursos, não só na área ambiental, mas em todo o resto. A pesquisadora relata que a região do Semiárido nordestino corre o risco de sofrer grandes impactos ambientais com as mudanças climáticas. Ela afirma que não adianta apenas propor modelos, sem que a questão social seja considerada. E reitera que a conscientização da população, das escolas às instituições que gerenciam as cidades, é fundamental para o planejamento ambiental.
11. Purificação da água com caroço de açaí, 7min, 14 anos.
Edivan Nascimento Pereira é estudante da Escola Estadual de Ensino Médio Profª Ernestina Pereira Maia, em Moju, município do Pará. Em 2013, foi o primeiro colocado na categoria “Ensino Médio” da 27ª edição do Prêmio Jovem Cientista, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ). A pesquisa vencedora foi intitulada “Carvão do caroço do açaí (Euterpe olerecea) ativado quimicamente com hidróxido de sódio (NaOH) e sua eficiência no tratamento de água para o consumo”. Seu projeto de pesquisa foi desenvolvido com a orientação do professor Valdemar Carneiro Rodrigues Júnior. Juntos, os dois pesquisadores produziram uma solução sustentável e de baixo custo para a purificação da água, que utiliza carvão ativado obtido a partir do caroço de açaí. Edivan conta que o trabalho partiu de um problema muito presente na realidade do seu município, sobretudo nas comunidades ribeirinhas, que consomem água diretamente do rio, sem que haja qualquer tratamento.

12. Olimpíadas Brasileiras de Matemática, 6min, 14 anos
Cláudio Landim é matemático, com graduação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, mestrado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), doutorado pela Université Paris Diderot e pós-doutorado pela Courant Institute New York University. Ele nos conta como foi criada a Olimpíada Brasileira de Matemática nas Escolas Públicas (OBMEP), uma iniciativa do IMPA. O projeto foi inicialmente concebido para atender tanto as instituições de ensino da rede pública como a rede privada. Em 2005, passou a atender somente as redes públicas. Logo na 1ª edição, o evento contou com 10 milhões de estudantes e, desde então, vem ampliando esses números – até chegar aos 18 milhões da edição de 2014.
 
Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom