Ir para o conteúdo
Entre 8 e 11 de março, o caminhão esteve na Unidade Tijuca I. 
Agora o planetário pode ir a escolas do município do Rio de Janeiro, de forma gratuita!
Municípios da região Sudeste podem solicitar a viagem do caminhão

As exposições do Museu da Vida têm por objetivo engajar os públicos, de forma interativa e atraente, em temas relativos à ciência e à saúde, bem como à história da ciência. As mostras itinerantes, que percorrem as diversas capitais e cidades do interior do país, visam ampliar a cultura científica da população.

Para solicitar as exposições, os contatos podem ser feitos pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Para mais informações sobre como receber uma exposição itinerante e contrapartida dos interessados, acesse aqui.

Telefones: 55 (21) 3865-2162 / 3865-2105

A exposição “Floresta dos Sentidos” entrou em cartaz no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e pôde ser visitada de terça a sábado, das 9h às 17h, e nos domingos, das 13h às 17h. Em um cenário de floresta, crianças são desafiadas a encontrar diferentes espécies de plantas e animais na mata. A brincadeira é mediada por perguntas feitas por uma preguiça, mascote da atividade, na tela de um computador.

Voltada para o público infantil, a atividade pretende ser uma ferramenta lúdica para sensibilizar as crianças com relação à temáticas atuais que envolvem as florestas brasileiras, como a disputa por recursos entre espécies nativas e invasoras e o tráfico de aves e de informações para pesquisas. Na “Floresta dos Sentidos”, os visitantes podem desvendar com suas próprias mãos os segredos escondidos no tronco do Toca-toca e escutar os diferentes sons que saem da “Caverna dos Sons”.

Os desafios presentes no jogo envolvem encontrar espécies invasoras – que vieram de outros ambientes e se espalharam com facilidade em nossas matas; espécies traficadas – animais que, por serem úteis ou bonitos, são comercializados ilegalmente; ou espécies envolvidas em biopirataria – roubo de conhecimento gerado a partir de nossas espécies.

Produzida pelo Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com apoio da Faperj, a atividade integra o projeto "Ciência para pequenos curiosos". 

 

Atualizado em 07/12/2016

Que tal chegar a uma exposição e ser recebido por um mosquito Aedes aegypti gigante? Na expo "Dengue", o inseto transmissor da dengue no Brasil é quem convida o visitante a percorrer o primeiro módulo da mostra, que aborda a biologia dos vetores e quais outros mosquitos podem transmitir a doença. A exposição esteve em cartaz em Olinda, Pernambuco, e chegou por lá durante a Semana Nacional de C&T 2015. 

Visitante visualiza cartaz dentro da exposição DengueA mostra disponibiliza informações não apenas sobre o próprio mosquito, mas igualmente sobre o vírus causador da dengue, os sintomas da doença, as formas de transmissão e os meios de controle – tanto os que são utilizados pelos serviços de saúde como os que estão ao alcance da população. 

A mostra interativa sobre a Dengue é organizada pelo Museu da Vida, da Fundação Oswaldo Cruz, em parceira com a Sanofi. O Espaço Ciência, que recebeu a exposição em parceria com Fiocruz Pernambuco, está situado no Complexo de Salgadinho, em Olinda.

Atualizado em 07/12/2016

 

Cartaz da exposição Nós do MundoMudanças climáticas, matrizes energéticas, consumismo, desigualdades sociais e desenvolvimento sustentável são temas recorrentes na sociedade. A exposição “Nós do Mundo” é uma iniciativa que trata desses assuntos em painéis ilustrativos que abordam a relação do homem com a natureza, trazendo ao público algumas soluções já existentes sobre o desenvolvimento sustentável. “Nós do Mundo” fica aberta gratuitamente no Centro de Ciências de Limeira até junho de 2017. 

“Queremos que os visitantes reflitam sobre o nosso papel no cenário atual e, também, em cenários positivos, mais sustentáveis, que já começam a surgir em diversos países. Queremos mostrar que o futuro é fruto das nossas escolhas de hoje”, diz Vanessa Guimarães, curadora da exposição.

Entre as atividades que integram a exposição, está o mercadinho com diversos produtos. É possível saber, por exemplo, quanto tempo leva para se degradar na natureza e a quantidade de água gasta na produção de uma mercadoria específica. Há ainda o Kinect cuja interatividade permite ao visitante explorar dois cenários: um não sustentável e outro sustentável; com as mãos, ele pode mudar e explorar os cenários. 

Professor e gerente do Centro de Ciências de Limeira, Carlos Neres explica que a ideia é incluir a exposição na programação do ensino fundamental I e II (do primeiro ao nono ano). “Buscava complementar nosso conteúdo pedagógico, algo sobre o homem e o meio ambiente, quando descobri que a Fiocruz tinha uma exposição itinerante sobre o assunto”, afirmou Neres sobre a atividade oferecida pelo Museu da Vida. 

“Nós do Mundo”
Até junho de 2017
Local: Centro de Ciências de Limeira
Endereço: rua Dr. José Botelho, s/n - Parque Cidade – Limeira – SP
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h
Sábados, domingos e feriados, das 9h às 13h. Entrada gratuita
Informação e agendamento: (21) 2671-7797
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Atualizado em 07/12/2016

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom