Ir para o conteúdo


A divulgação científica como atividade prática vem, há algumas décadas, conquistando importância e espaço no Brasil. A interface acadêmica do campo, no entanto, embora atraia atenção crescente, ainda é emergente no país e precisa enfrentar dificuldades e desafios para se estabelecer como área de conhecimento independente.

O simpósio “A ciência da divulgação científica II: a construção de um campo acadêmico”, que aconteceu de 5 a 7 de março, no auditório do Museu da Vida/COC/Fiocruz, tinha como objetivo justamente contribuir para o fortalecimento dessa interface da divulgação científica.

Com a participação de diversos especialistas no campo, do Brasil e de outros cinco países (veja programação abaixo), o evento abordou uma série de temas relevantes nos estudos da divulgação científica, entre eles a inserção da ciência na cultura, a percepção pública da ciência e tecnologia e pesquisas em museus de ciências.

Também foram foco de discussão diferentes metodologias de pesquisa que vêm sendo utilizadas na área. O tema foi debatido em uma mesa-redonda no segundo dia do evento (6/3). Já no dia 7 de manhã, houve um workshop sobre metodologias de pesquisas em museus, com Marianne Achiam, do Departamento de Educação Científica da Universidade de Copenhagen (Dinamarca). A pesquisadora apresentou a Teoria Antropológica da Didática como referencial teórico para estudos na área. Marianne também proferiu conferência durante o evento.

Ainda no dia 7, na parte da tarde, como desdobramento do simpósio, aconteceu a primeira aula da disciplina “Leitura e avaliação de fontes de informação em ciência e tecnologia”, que foi oferecida no âmbito do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde, por Mônica Macedo-Rouet, da Universidade Paris 8, na França. 

O simpósio foi uma realização do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde, da Especialização em Divulgação e Popularização da Ciência e do Museu da Vida, vinculados à Casa de Oswaldo Cruz, além da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia voltado para a Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia, com o apoio da Capes e do CNPq. 

primeira edição do evento aconteceu em julho e agosto de 2017, também no Museu da Vida. 

Confira, abaixo, a programação do simpósio:



Atualizado em 01/03/2018

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm Nova Rio conheça