Ir para o conteúdo

Compartilhe

Facebook Twitter Imprimir
No dia 6 de junho, no Auditório do Museu da Vida, recebemos pesquisadores do Brasil, Colômbia e Estados Unidos em evento gratuito e aberto ao público: “Ciência e sociedade: inclusão e empoderamento”. O evento, que conta com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), debaterá temas como o impacto de museus de ciência na sociedade e questões de gênero na ciência. Para assistir ao evento ao vivo, acesse este link.

Confira a programação!

9h às 9h15 | Coffee break
9h15 às 9h30 | Abertura

9h30 às 12h | Impacto dos museus e centros de ciência na sociedade
Mediação: Vanessa Guimarães – Pesquisadora do Núcleo de Estudos de Público e Avaliação em Museus do Museu da Vida

A contribuição dos museus para o interesse e entendimento público sobre ciência
A palestra fará um breve resumo de onde, quando e por que o público se engaja em ciência. Serão apresentados resultados do Estudo Internacional de Impacto de Centros de Ciência, uma pesquisa em grande escala que fornece um perfil inicial das contribuições dadas pelos museus e centros de ciência para o interesse e entendimento público em ciência.

John H. Falk | Diretor do Instituto para Aprendizado e Inovação de Oregon (EUA) e professor de Aprendizado de Livre Escolha do Sea Grant, da Universidade do Estado do Oregon.

Em busca do menos provável: museus e centros de ciência podem gerar experiências transformadoras?
Muitos museus e centros de ciência têm o objetivo de transformar ou de ter resultados transformadores em suas missões. Há evidências de que tais impactos são possíveis? Para quais visitantes e em que condições?

Lynn D. Dierking | Professora de Aprendizado de Livre Escolha em Ciência do Sea Grant, da Universidade do Estado do Oregon (EUA), e diretora associada no Instituto para Aprendizado e Inovação, de Oregon.

Medindo o impacto de um centro de ciência: o que aprendemos através da experiência do Maloka
A palestra trará resultados obtidos pelo Centro de Ciências Maloka, em Bogotá (Colômbia), no Estudo Internacional de Impacto de Museus e Centros de Ciência.

Sigrid Falla | Diretora da área de Ciência e Sociedade no Maloka

13h30 às 13h45 | Coffee Break

14h às 16h30 | A questão de gênero na ciência
Mediação: Magali Romero Sá - vice-diretora de Pesquisa, Educação e Divulgação Científica da Casa de Oswaldo Cruz

Apresentação do Comitê de Gênero da Fiocruz
Serão apresentados o histórico do Comitê e as atividades desenvolvidas no ano de 2015, destacando os desafios para o biênio 2016-17, que incluem, por exemplo, a ampliação da participação das unidades da Fiocruz na política institucional.

Márcia Agostini | Comitê Pró-equidade de Gênero e Raça, da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp)

Efeito cascata: o impacto a longo prazo das experiências de livre escolha em ciência para meninas
Centenas de programas de ciência para as meninas são financiados e implementados a cada ano. Há evidências de curto prazo de que eles podem ser influentes, permitindo que meninas se envolvam com STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), em situações do cotidiano, e construindo capacidade, confiança e atitudes positivas em relação à ciência. No entanto, apesar de investimento significativo, sabe-se pouco sobre a contribuição a longo prazo que tais programas trazem. Esta apresentação discutirá um estudo retrospectivo que documentou as percepções de jovens mulheres que participaram de programas que estimulavam a relação com STEM.

Lynn D. Dierking | Professora de Aprendizado de Livre Escolha em Ciência do Sea Grant, da Universidade do Estado do Oregon (EUA), e diretora associada no Instituto para Aprendizado e Inovação, de Oregon.

Gênero e ciência na sociedade do conhecimento: avanços e desafios
A apresentação discutirá a importância de gênero e ciência para o desenvolvimento sustentável e discutirá iniciativas internacionais que contribuem para o avanço do tema.

Alice Rangel de Paiva Abreu | Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro e diretora do GenderInSITE

El@s - Gênero versus assédio na astronomia brasileira
Dados públicos da União Astronômica Internacional serão apresentados para falar sobre a distribuição de membros na área de astronomia, no Brasil e no mundo. Em seguida, os dados do Levantamento sobre o Ambiente de Trabalho na Astronomia Brasileira serão trazidos ao debate para discutir a relação de gênero e assédio no universo local.

Denise R. Gonçalves | Observatório do Valongo, da UFRJ

Pós-graduações dos institutos de pesquisa: presença e participação de mulheres nas tarefas acadêmico-científicas
A despeito das significativas mudanças ocorridas no sistema de C&T brasileiro nas últimas décadas, ainda é dominante a presença de homens ocupando cargos de prestígio nas principais instituições do setor, inclusive em institutos de pesquisa. A apresentação focará na presença e no desempenho em diferentes atividades acadêmicas de homens e mulheres, vinculados a programas de pós-graduações de 31 institutos de pesquisa do governo federal.

Jaqueline Leta | UFRJ


Para eventuais dúvidas, contate o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou envie uma mensagem pelo Facebook do MV (/museudavida).
Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom