Ir para o conteúdo

Compartilhe

Facebook Twitter Imprimir
Pintar seu próprio modelo de cérebro, ver modelos reais, ao vivo e em cores, descobrir as funções de cada região desse órgão, construir modelos de neurônios... tudo isso o público pode encontrar na programação do evento Celebrando o Cérebro 2015. Integrado à VI Semana do Cérebro, que ocorre de 16 a 22 de março, o evento no Museu da Vida reuniu atividades para o público nos dias 21, 27 e 28 de março. As atrações estimulam a curiosidade do visitante sobre diversos assuntos relacionados à neurociência e ao sistema nervoso, incentivando descobertas. Confira as atividades que rolaram!

A arte dos neurônios
Os Contadores de Histórias do Museu estão no clima da Semana do Cérebro e convidam você a descobrir como o cérebro funciona, como é que os neurônios conversam e como isso influi na nossa vida. Nas trapalhadas de Zé Neurim, ele conhece um menino especial que ouve cores e enxerga sons. Há também, na história, um dicionário poético das coisas inexplicáveis! Depois, o público participa da atividade "Vendo Cores".
Local: Tenda da Ciência (dia 21), às 11h
Público: livre

Vendo Cores
Uma incrível viagem pelos universos macro e micro da percepção visual de cores. Venha conhecer o que os cientistas e artistas descobriram sobre esses mundos e o arco-íris.
Local: Epidauro (dias 21 e 28)
Público: livre

Capacete do Cérebro
Venha conhecer as principais regiões do cérebro. Pinte, recorte e monte seu capacete de cérebro, indicando as áreas e as funções relacionadas ao sistema nervoso.
Local: Epidauro (dias 27 e 28)
Público: a partir de sete anos

Pintando o Cérebro | Colorindo Cérebros e Neurônios
A partir de moldes de gesso de minicérebros (picolés de cérebros), você poderá pintar o seu próprio, utilizando criatividade e identificando as regiões.
Local: Epidauro (dias 27 e 28)
Público: livre

NeuroBalões: a anatomia dos neurônios
Venha construir modelos divertidos e coloridos de neurônios: os neurobalões. Você constroi e leva para casa uma escultura de neurônios com balões infláveis para identificar as principais regiões do neurônio e suas atribuições.
Local: Epidauro (dias 27 e 28)
Público: livre

Visita ao Laboratório de Percepção
Como a física pode auxiliar na explicação de fenômenos visuais? Como a vista nos engana e faz ver movimento onde não havia? Como se pode ver cores onde só existia preto e branco? Como é possível ter a impressão da mão estar furada? Módulos interativos exploram os fenômenos de luz, som e sua percepção.
Local: Epidauro (dias 27 e 28)
Público: livre

Uma Viagem Pelo Interior do Cérebro
Uma viagem por dentro do cérebro: descubra como ele é por fora e por dentro. Compare o cérebro humano com o de outros animais: o que é igual e o que não é? Você também pode conhecer alguns dos cérebros do acervo do Museu da Patologia, do Instituto Oswaldo Cruz: peças verdadeiras conservadas em formol.
Local: Parque da Ciência (dias 27 e 28)
Público: livre

Do cérebro ao microscópio: a diversidade dos neurônios
Uma microviagem por dentro do sistema nervoso, conhecendo tecidos e células de diferentes regiões. Venha conhecer os neurônios da retina, os sensores da luz e outros tipos de neurônios. Será que eles são todos iguais? Também será possível observar ao microscópio imagens e modelos dessas células. Depois, que tal desenhar o que você vê?
Local: Parque da Ciência (dias 27 e 28)
Público: livre

Festa das Cores e Óculos
Visita à Câmara Escura para descobrir os mistérios da formação de imagens e como é por dentro do olho. Observe imagens, modelos, faça experimentos e descubra os segredos da visão!
Local: Parque da Ciência (dias 27 e 28)
Público: livre

Curumim quer Música
A peça conta a história de Ynhire, que, ao acordar muito feliz e querendo ouvir os sons e a música da floresta, percebe que a mata está em silêncio. Ele, então, parte em busca do som perdido e acaba vivendo uma série de incríveis acontecimentos junto com os visitantes.
Dia: 28 de março (sábado), às 10h30
Público: a partir de 6 anos
com distribuição de senha (25 senhas)

Bate-Papo Cabeça
Contação de histórias “neurais” e um bate-papo com o neurocientista Prof. Dr. Alfred Scholl (UFRJ) sobre o tema deste ano: fazendo arte com o cérebro.
Dia: 28 de março (sábado), às 11h15
Público: a partir de 7 anos

Fruto de uma parceria entre o Museu da Vida, o Museu da Patologia do Instituto Oswaldo Cruz, a Organização Ciências e Cognição (OCC), o Ciências e Cognição - Núcleo de Divulgação Científica e Ensino de Neurociências, e outras instituições, o evento integrou a VI Semana do Cérebro: Fazendo arte com o cérebro, que promove diversas atividades de divulgação científica sobre neurociências no Brasil. As atividades fazem parte da campanha internacional "Semana de Conscientização do Cérebro”, da Dana Foundation.

Celebrando o Cérebro 2015

Dias: 21, 27 e 28 de março

Sexta, das 9h às 16h30

Sábado, das 10h às 16h

Endereço: avenida Brasil, nº 4365, campus Manguinhos, próximo à passarela seis.

Mais informações: (21) 2590-6747







Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm dataprev conheça