Ir para o conteúdo

Por Melissa Cannabrava, Renata Bohrer e Teresa Santos 

 

O Museu da Vida Fiocruz está de volta às atividades presenciais e a todo vapor! No dia 08 de outubro, celebramos o Dia das Crianças em um evento gratuito e com visitação aberta em um sábado, o primeiro desde a pandemia. Teve muita ciência, conhecimento, arte e, claro, diversão!

O evento do Dia das Crianças foi para lá de especial! A ação proporcionou o reencontro presencial do Museu da Vida Fiocruz com o público, o encontro das crianças com o Zé Gotinha e o Oswaldinho e muitos abraços entre amigos e familiares. E teve fotógrafo Lambe-lambe para eternizar esses momentos!

Durante todo o dia, o Parque da Ciência se transformou em um verdadeiro laboratório de experimentações a céu aberto. O público pôde interagir com as instalações presentes no local e desvendar mistérios relacionados à energia, comunicação e organização da vida. 

O Ciência Móvel apresentou ao público a atividade Aerogamis. Nela, as crianças aprenderam a construir aviões de papel e descobriram na prática como cada modelo de aviãozinho se comporta no ar.  Para tanto, foi disponibilizado um tapete com medidas de distância, feito com material plástico. Crianças e adultos também puderam aprender a fazer aviões de papel. Além de se desafiar na dobradura, receberam dicas de como aperfeiçoar os modelos para atingir um melhor desempenho no voo. E os pequenos não economizaram energia nos lançamentos!

Créditos: João Laet / Museu da Vida Fiocruz

Também teve pipa por todos os lados! Instrutores ensinaram a confeccioná-las e como soltá-las evitando acidentes.

Outra dica importante e que movimentou o Foyer se relacionava à maneira correta de escovar os dentes. Brincando em um tabuleiro gigante, crianças lançaram dados e percorreram as etapas necessárias para cuidar da saúde bucal. Ao final, teve escova de dente para toda a criançada!

Já no interior da Pirâmide, os visitantes puderam explorar o corpo humano a partir de diversos modelos anatômicos do módulo 'Por Dentro de Nós'. Através da interação com modelos anatômicos, o público se aventurou pelo funcionamento do organismo humano. Ainda no local, foram exibidas caixas entomológicas, com insetos diversos. 

Créditos: João Laet / Museu da Vida Fiocruz

Os visitantes que passaram pelo campus de Manguinhos durante o evento ainda assistiram aos espetáculos 'É o Fim da Picada!' e 'Paracelso, o Fenomenal' na Tenda da Ciência Virginia Schall. E ninguém ficou de fora, afinal, foram realizadas sessões com recursos de tecnologia assistiva (intérprete de libras e audiodescrição).

Sábado também foi dia de conhecer as exposições 'Vida e saúde: relações (in)visíveis', no Prédio da Cavalariça, e 'Rios em Movimento', no Salão de Exposições Temporárias... E de mergulhar no universo de histórias incríveis! As estrelas da contação de histórias foram Malala, do livro 'Malala, a menina que queria ir para a escola', de Adriana Carranca, Bernadete, do livro 'Descobertas com Bernadete durante a pandemia da Covid-19', de Beatriz Schwenck, e Costa Lima, do livro 'Costa Lima: um cientista, um laboratório e uma coleção de insetos', de Cláudia Oliveira. Nas duas últimas atividades, a criançada pôde ainda bater-papo com as autoras! E, durante o relato das aventuras de ‘Costa Lima’, ver bem de pertinho vários insetos! Todas as atividades de contação de história também foram realizadas com recursos de tecnologia assistiva (intérprete de libras e audiodescrição).

As descobertas não pararam por aí! Quem percorreu a 'Trilha Científica Oswaldo Cruz' fez um passeio pelo campus, conheceu espécies da vegetação, curiosidades e a história da instituição. Outro momento marcante ficou por conta da apresentação do Coral Infantil Francisco Mignone. As crianças do grupo cantaram e encantaram a todos no auditório lotado do Museu da Vida Fiocruz, que foi aberto ao público pela primeira vez após a reforma.

Além de toda a diversão, também houve distribuição de pipoca para as crianças e arrecadação de alimentos não perecíveis para três organizações de Manguinhos e Maré: Rede CCAP Casa Viva, Manguinhos Solidário e Frente Maré com a Cozinha Solidária. A campanha vai continuar recebendo doações, pelo menos, até a segunda semana de novembro.

Segundo Denyse Amorim de Oliveira, coordenadora do Núcleo de Desenvolvimento de Público do Museu da Vida Fiocruz, todas as atividades programadas receberam público constante e animado. E, mesmo após o encerramento do evento às 16h, ainda havia visitantes. "Foi bonito e cheio de energia o primeiro grande evento presencial do Museu da Vida Fiocruz. Recebemos em torno de 2.300 visitantes, entre diversos públicos-grupos organizados e muitas famílias com crianças entre 4 e 12 anos em sua maioria", destacou.

Paula Bonatto, coordenadora do serviço de educação do Museu da Vida agradeceu a presença do público e lembrou que todos estão convidados a retornar ao espaço da Fiocruz para prestigiar a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. "Nós, do MVF, estamos com um prazer imenso em ter o público de volta. Foi um dia maravilhoso, recebemos muita energia das crianças e tivemos a oportunidade de mostrar várias novidades do nosso trabalho. Queremos convidar vocês para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que acontece de 17 a 21 de outubro. Estamos com muita voltade de falar sobre ciência e receber vocês com o maior carinho!".

 

Fotos: João Laet

Publicado em 11 de outubro de 2022.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

Funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 14h30.

Fiocruz: Av. Brasil, 4365, Manguinhos, Rio de Janeiro. CEP: 21040-900

Contato: museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@fiocruz.br.

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

conheça