Ir para o conteúdo
Ilustração: Caio Baldi

Mulheres negras cis e trans: queremos vocês no nosso projeto! O Museu da Vida torna público o processo seletivo de duas profissionais de nível superior e uma bolsista graduanda para atuar no projeto “Meninas negras na ciência: a divulgação científica como estratégia de promoção da saúde, cidadania e empoderamento”. A proposta é potencializar o trabalho educativo-cultural do Museu com escolas e organizar atividades para 25 meninas negras, estudantes de escolas públicas dos territórios de Manguinhos, Maré, Jacarezinho e Complexo do Alemão, cursando o ensino médio.

Para atingir os objetivos do projeto, serão utilizadas diferentes estratégias, como rodas de conversa, cine-debates, palestras, dinâmicas e apresentações artísticas. Queremos montar uma rede colaborativa de trabalho, que será construída com a participação de cientistas e movimentos sociais. As atividades serão realizadas de modo remoto e/ou presencial, conforme as diretrizes do Plano de Contingência da Casa de Oswaldo Cruz, em linha com as determinações das autoridades sanitárias do país e da própria Fiocruz para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

O processo seletivo ocorrerá em duas etapas: análise curricular e entrevista pessoal. Podem participar do processo seletivo mulheres negras cis e trans, a partir de 18 anos, com disponibilidade para início imediato. As interessadas devem enviar apenas currículo para o endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.indicando no título do e-mail a vaga para a qual está concorrendo. Serão aceitos currículos apenas no período de 2 a 6 de setembro de 2020.

As candidatas que tiverem o currículo selecionado serão chamadas para a entrevista, que será realizada por meio digital entre os dias 15 e 18 de setembro. O resultado final da seleção será divulgado no dia 21 de setembro de 2020, e o início das atividades será o primeiro dia útil de outubro.

O projeto tem duração de 12 meses e oferece as seguintes vagas:

 

1. Assistente administrativa

Público-alvo: podem participar do processo seletivo mulheres negras cis e trans, a partir de 18 anos, que são profissionais com curso superior completo em Administração, Biologia, Ciências Sociais, Geografia, História, Letras, Museologia, Pedagogia, Psicologia, Produção Cultural ou Serviço Social.

Vínculo: Microempreendedor Individual (MEI)

Carga horária: 30 horas semanais

Duração do vínculo: 10 meses

Local de atuação na condição presencial: sede do Museu da Vida, em Manguinhos (inicialmente, o trabalho será home-office).

Requisitos: experiência comprovada na atuação com jovens, preferencialmente, com projetos educativo-culturais, conhecimento básico em editores de textos e planilhas (Word, Excel, Office, Google Docs); organização e autogestão de tarefas; capacidade para mediar atividades on-line.

Descrição das atividades: participar da elaboração e divulgação do processo seletivo das participantes do projeto nas redes sociais do Museu da Vida e da Fiocruz; organização das atividades e da participação da rede de trabalho colaborativo com cientistas e movimentos sociais; mapear as escolas e equipamentos culturais em linha com o Projeto; organizar o material educativo e acompanhar a execução das atividades; participar da organização do evento de encerramento do Projeto no Museu da Vida e das etapas do documentário final; produzir relatório sobre as atividades desenvolvidas pelo Projeto; e outras atividades acordadas que a profissional poderá sugerir e construir conosco;

Valor de remuneração mensal: R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais)

Informações adicionais: Depois da análise curricular, as candidatas selecionadas para a entrevista deverão enviar um vídeo de até 3 minutos de duração (pode ser feito no próprio celular), onde narram e apresentam uma ação/atividade educativa. As especificações e o roteiro para a criação do vídeo serão disponibilizados posteriormente. Esse vídeo avaliará a capacidade da candidata mediar uma atividade no formato on-line.

 

2. Designer gráfico

Público-alvo: podem participar do processo seletivo mulheres negras cis e trans, a partir de 18 anos, com curso superior completo na área do design gráfico ou comunicação visual;

Vínculo: Prestação de serviço (pessoa física ou jurídica)

Requisitos: potencial criativo para projetos educativo-culturais com experiência comprovada por meio de link de acesso ao portifólio com reprodução de trabalhos autorais.

Descrição das atividades: elaboração de sistemas de identidade que possibilitem desdobramento de peças comunicativas diversas (camisa do projeto; material educativo, artes gráficas para redes sociais, folder de divulgação, PDF virtual).

Valor total do serviço: Orçamento a ser fechado com a profissional de acordo com o valor de cada produto a ser entregue

Informações adicionais: As candidatas selecionadas para a entrevista deverão apresentar uma proposta conceitual básica, apontando quais os elementos que considera relevantes para a construção da identidade visual do projeto.

 

3. Bolsista em Jornalismo

Público-alvo: podem participar do processo seletivo mulheres negras cis e trans, a partir de 18 anos, que sejam estudantes de graduação em Jornalismo cursando entre o 5º e o 7º períodos.

Vínculo: bolsista

Carga horária: 20 horas semanais

Duração do vínculo: 10 meses

Local de atuação na condição presencial: sede do Museu da Vida, em Manguinhos (inicialmente, o trabalho será home-office).

Requisitos: estar regularmente matriculado numa faculdade; conhecimento de internet e domínio de uso de redes sociais digitais. Em caso de experiência com a produção e divulgação de textos jornalísticos autorais, informar o link de acesso ao trabalho.

Descrição das atividades: redigir textos de divulgação do processo de seleção das participantes do projeto para as redes sociais; postagem nas redes sociais (uma vez ao dia) para divulgar ações ao longo do projeto; mapeamento de equipamentos culturais e atividades em linha com o projeto; elaboração de reportagens ou matérias jornalísticas com as participantes do projeto, contextualizando as ações, as falas das participantes e de outras integrantes do projeto; elaboração de Press Releases para a imprensa, passando pela assessoria de imprensa do Museu da Vida; organização das etapas do documentário que será produzido ao final do projeto; execução das atividades; produção do relatório sobre as atividades desenvolvidas no projeto; e outras atividades acordadas com a bolsista, que poderá sugerir e construir o projeto conosco.

Valor da bolsa mensal: R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos reais).

 

Publicado em 1 de setembro de 2020.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 3865-2138

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

Johnson & Johnson ibm conheça