Ir para o conteúdo
Com o samba-enredo "Mulheres na ciência", o Museu da Vida pediu passagem para dar as boas-vindas ao Carnaval! O nosso Grito de Carnaval foi um desfile que misturou arte, ciência, cultura popular, brilhos, diversão e reflexão. No dia 3 de fevereiro, muitos visitantes vieram fantasiados para curtir nossa folia com alegria. Além das atividades da programação mensal do Museu, outras atrações especiais foram realizadas para públicos de diferentes idades. Confira, ao final da página ou neste link, a programação completa: 



Quem curte se fantasiar pôde conhecer os espaços “Fantasia e Estandarte das mulheres incríveis". O público pôde vestir a fantasia - ou partes dela! - e montar a sua própria cientista, tirando fotos estilosas para concorrer a prêmios. Nos estandartes, os visitantes puderam escrever em pedaços de papel sobre mulheres inspiradoras, como integrantes da família, professoras, amigas, namoradas ou outras pessoas queridas.

Saindo dali, valeu a pena dar uma olhada no estande “Imagem misteriosa”. Com tintas coloridas e pipetas, a proposta era criar o seu próprio desenho cheio de ciência e arte, tentando aperfeiçoar as habilidades de micropipetagem. 

Outra atração irada foi o “Bate-papo mistureba”, no qual algumas participantes dialogaram com o público sobre o que fazem, como começaram a se interessar pela área em que atuam e quais são suas paixões. Para deixar tudo mais animado, o grupo de carnaval “Discípulos de Oswaldo" fez todo mundo cair no samba ao final do evento! 

O Museu da Vida está localizado na av. Brasil, n. 4365, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, dentro do campus da Fiocruz. O evento está sendo realizado junto com a Universidade Humboldt, da Alemanha, (Humboldt Universitaet zü Berlin), no âmbito do programa Berlin Science Communication Award. Para mais informações, envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ligue para (21) 2590-6747.

Programação completa

Estandarte das mulheres incríveis (por Rodney Wilbert)
Das 10h às 16h, no Centro de Recepção

Faça a sua contribuição para o nosso evento: escreva ou desenhe, em papéis disponíveis no espaço, quais mulheres te inspiram! Pessoas da família, amigas, namoradas, professoras, mestres… quem é a sua mulher incrível e por quê?

Espaço da fantasia (por Rodney Wilbert)
Das 10h às 16h, no Centro de Recepção

O Museu contribuirá com algumas fantasias especialmente elaboradas para o dia. Cada pedaço das fantasias será inspirado por áreas da ciência: arqueologia, matemática, botânica, etnografia, astronomia, entre outras! O público poderá vestir tudo - ou partes dela! - e montar a sua própria cientista, tirando fotos estilosas. As seis fotos mais criativas em postagem pública no Facebook com as hashtags #carnavalnomv e #ParaMulheresnaCiência ganharão prêmios!

Bora pensar nesse brilho?
Das 10h às 16h, no Centro de Recepção

Purpurina e glitter são microplásticos que podem fazer um mal danado ao meio ambiente e ao ecossistema marinho, sabia? Teremos uma mesa de atividade para conversar sobre essas partículas minúsculas! 

Imagem misteriosa
Das 10h às 16h, no Centro de Recepção 

Com tintas coloridas e pipetas, a proposta é criar o seu próprio desenho cheio de ciência e arte, tentando aperfeiçoar as habilidades de micropipetagem. Desenhar e pintar é bom demais, então venha expressar o seu lado artístico nessa brincadeira!

Mesa de bate-papo: No ritmo da mulher na ciência - algumas ideias sobre o tema
Limite de vagas: 35 | Local: sala de vídeo do Centro de Recepção
Horário: 10h30 até 11h30

As palestrantes vão conversar com o público sobre experiências pessoais e trazer dados sobre a participação de mulheres na ciência em diferentes contextos. A mesa contará com intérprete de Libras. Venha ouvir, se conectar com o tema e fazer muitas perguntas!

Mediação: Alanna Martins, bióloga especialista em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde (Fiocruz) e escritora do site Cientistas Feministas
Participantes:

- Nísia Trindade Lima, socióloga e presidente da Fiocruz
- Magali Romero Sá, bióloga e historiadora, vice-diretora de Pesquisa e Educação
- Nina Mikolaschek, do Escritório de Estratégia Internacional da Humboldt Universität zu Berlin (Universidade Humboldt, de Berlim)
- Renata Fontanetto, jornalista do Museu da Vida e bolsista do prêmio Berlin Science Communication Award, onde escreveu histórias sobre mulher e ciência
- Ana Cláudia Rodrigues da Silva, pesquisadora da UFF na área de bioquímica e biotecnologia
- Vitória Régia, jornalista da Gênero e Número, uma das editoras da revista Capitolina e militante dos movimentos feminista, negro e LGBT.

Apresentação de Cavaquinho, teclado e MCs
Músicos: Carlos Victorino (Cavaco) e Ronaldo Souza (Teclado)
MCs confirmados: 2D MC, Thai flow e Xandy MC
Local: Pista de dança do Centro de Recepção
Horário: De 12h às 12h45

Contadores de histórias
Local: Epidauro, na área do Ciência em Cena
Horário: De 13h às 13h30
Limite de vagas: 50

Os contadores de histórias no Museu da Vida vão narrar contos, músicas e poemas que dialogam com o tema "A ciência por mulheres / A ciência de ser mulher". Teremos a performance da artista e bióloga Natalia Sant’anna, estudante de pós-graduação em Ciência, Arte e Cultura na Saúde pela Fiocruz. Natália trabalha no Barracão Centelha, um grupo de artistas brincantes que cantam, dançam e constroem dramaturgias nas pernas de pau, e é participante de vários blocos de carnaval do Rio de Janeiro. 

Mistureba boa! 
Local: Foyer do Museu da Vida
Horário: De 13h45 às 14h30
Limite de vagas: 35

Bate-papo rápido, mediado pelas jovens Janina Felix e Jéssica Martins, que foram embaixadoras do Museu no programa World Biotech Tour, com mulheres que vão dialogar com o público sobre o que fazem e quais são suas inspirações e paixões!

- Josephine Rua, física, divulgadora científica e representante do Blog Cientistas Feministas;
- Leinimar Pires, filósofa e doutora em Letras, aspirante a cervejeira feminista e uma das integrantes do coletivo Cerveja da Mulher Guerreira - Artesanal e Feminista
- Maria Clara Martins, historiadora pela UFF, educadora do Museu do Amanhã engajada pelas questões de gênero e integrante do coletivo Cultura Negra na Escola;
- Talita Gamboa, estudante de pedagogia na UFRJ, educadora popular da Rede Emancipa Rio de Janeiro e do Instituto Moreira Salles;

Workshop de instrumentos de carnaval com Carlos Noronha, mestre de bateria do Discípulos de Oswaldo
Local: anfiteatro do Centro de Recepção
Horário: 14h45 às 15h30
Limite de vagas: 20

Carlos é especialista em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde pela Fiocruz. Durante a aula, ele vai falar sobre a relação entre samba, ciência e carnaval, além de ensinar a tocar alguns instrumentos da folia!

Encerramento com a bateria do bloco 'Discípulos de Oswaldo'
Horário: 15h30 às 16h
Local: Pista de dança do Centro de Recepção

Atualizado em 09/3/2018
Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas 55 21 2590-6747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21040-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

Assessoria de imprensa: divulgacao@coc.fiocruz.br.

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm Nova Rio conheça