Ir para o conteúdo

Compartilhe

Facebook Twitter Imprimir
SUS de forma desmistificada: mostra oferece interatividade e conversa ao longo das atividades
Com o tema "Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro", a 15ª Conferência Nacional de Saúde (CNS) ganhou uma atração extra em 2015. A exposição "Pelos Caminhos do SUS" foi visitada pelos participantes durante a conferência, de 1º a 4 de dezembro de 2015, em Brasília.

A mostra foi montada a partir de parceria da Fiocruz com o Conselho Nacional de Saúde, com a colaboração de pesquisadores do Observatório História e Saúde, vinculados à Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz). O objetivo é desmistificar o tema, informando e mostrando avanços e também indicando desafios. "A mostra explora uma linguagem urbana, com elementos da construção civil: uma alusão a um sistema que ainda está em construção”, afirma Diego Vaz Bevilaqua, chefe do Museu da Vida.

Além de painéis informativos ricamente ilustrados, Pelos Caminhos do SUS conta com atividades interativas. O público da conferência conheceu módulos como "Sustentando o SUS", uma estrutura em forma de arco que sugere o envolvimento de um grupo para a construção dos “pilares” do sistema. Em outro, "Time da Saúde", é possível saber mais sobre os profissionais da área. Na atividade "Árvore da Saúde", é possível interagir completando a arte cenográfica feita com folhas, usando diferentes conceitos relacionados à saúde pública. A exposição inclui animação para revelar como o sistema se organiza para o público.

“Um dos objetivos iniciais do projeto é ampliar o diálogo com a sociedade civil e os movimentos sociais", destacou Diego. Para o historiador e pesquisador da COC, Carlos Henrique Paiva, um dos organizadores da exposição, a mostra apresenta o Sistema Único de Saúde propondo reflexões e debates sobre a importância da saúde como direito do cidadão e dever do Estado.

“O público terá a oportunidade de conhecer o SUS de forma crítica, lúdica e interativa, caminhando pelas conquistas, perspectivas e principalmente pelos desafios que ainda existem na luta pela saúde pública de qualidade”, destaca Hilda Gomes, coordenadora do Serviço de Educação em Ciências e Saúde do Museu da Vida (Seducs).

De abril a novembro, a mostra esteve no Museu da Vida, no campus da Fiocruz, em Manguinhos, zona norte do Rio de Janeiro. Durante esse período, já recebeu 3,6 mil pessoas.

Conheça as demais atividades da Fiocruz para a 15ª Conferência Nacional de Saúde.

Link para o site Invivo
link para o site do explorador mirim
link para o site brasiliana

funcionamento terça a sexta-feira: 9-16h30, sábados: 10h-16h

agendamento de visitas (0xx21) 25906747

Fiocruz, Av. Brasil, 4365 - Manguinhos, Rio de Janeiro| CEP: 21045-900

Copyright © Museu da vida | Casa de Oswaldo Cruz | Fiocruz

museudavida@fiocruz.br

O Museu da Vida faz parte de:

abcmc astc redpop ecsite icom

Amigos do Museu da Vida: uma rede de Saúde, ciência e cultura

patrocínio master

ibm dataprev conheça